sexta, 17 de novembro de 2017 - 10:46:13 PM
sexta, 17 de novembro de 2017 - 10:46:13 PM
Lucio Jaques
Sicoob Cartão
Novembro Azul
PUBLICADA EM 07 de novembro de 2017 - 11:23 AM

Deputado cobra investimentos na área da saúde

Reana Seguros

O deputado estadual Mauricio Eskudlark (PR) tem feito cobranças fortes ao governo do estado em especial na área da saúde. “A saúde precisa ser tratada como prioridade. As pessoas têm reclamado que para gastar com salários de ex-governadores ou com a obra da ponte Hercílio Luz, o Estado gasta. Enquanto isso, ações que seriam necessárias para a saúde são deixadas para trás. Vamos debater as dificuldades e encontrar formas de ajudar. Tenho sido insistente nas cobranças e continuarei a pedir mais atitudes do Governo do Estado nesta área”, afirma Eskudlark.

Sem cartas marcadas

Quem achou que o PSDB estaria de coadjuvante nas próximas eleições se enganou feio. Os caciques tucanos fecharam um projeto consistente para as eleições do ano que vem, mais do que isto, deixam claro que estão no páreo eleitoral e, ao mesmo tempo, demonstram que estão se distanciando do PMDB em busca de novos aliados. Neste jogo político de quebra de braço, o PSD e o PMDB se quiserem os tucanos em uma aliança terão que sentar para conversar sem cartas marcadas.

Indefinição de Colombo

A indefinição da data em que o governador Raimundo Colombo (PSD) vai renunciar ao governo, janeiro ou abril, é que tem gerado muitas incertezas nas definições políticas, principalmente para o PMDB. O partido tem cobrado uma posição de Colombo, mas ele não assume qual será data, ao mesmo tempo os movimentos do governador deixam claro que vai ser na data limite da legislação eleitoral, que é em abril, para concorrer ao senado. Na realidade, o governador precisa de uma definição de como vai ficar a questão do seu envolvimento na Lava-Jato, para aí sim tomar uma decisão, se vai concorrer ou não. Tudo vai depender de que forma o caso vai terminar e o eleitor reagir. Esta é a grande verdade.

O PSD vai insistir???

Ninguém conseguiu entender de qual lado estará o governador Raimundo Colombo nas próximas eleições. Por enquanto, Colombo segue o projeto do candidato a governador pelo PSD, deputado Gelson Merisio. Mas assim como Colombo, uma boa parte dos pessedistas discorda desta aproximação, apenas com o PSB e PP. No fundo, Colombo ainda quer formar uma aliança mais ampla, tendo o PMDB nas fileiras, mas como PP já marcou espaço, isto é inviável. Então restaria o PSDB, para a formação de uma aliança com mais musculatura política. Mas o PSD estaria disposto a abrir mão da cabeça de chapa? Acredito que não e nem o PSDB.  Será que o PSD vai insistir neste projeto, sem contar com o PMDB e o PSDB em uma aliança?

Merisio está preparado

O governador Raimundo Colombo (PSD), questionado sobre a pré-candidatura do deputado estadual Gelson Merisio ao governo do estado afirmou: “Não há partido que não queira ter candidato a governador. O Gelson Merisio tem qualidades, é um bom quadro do partido, está preparado e tem tudo para ser um grande candidato e um grande governador”, disse.

Candidato do PCdoB

O PCdoB decidiu lançar a ex-deputada federal e atual estadual Manuela D’Ávila, do Rio Grande do Sul, à presidência. Esta ação do PCdoB deixa claro que quer mais ser coadjuvante de uma possível candidatura do PT à presidência. O partido sai do ostracismo político e busca seu espaço, a fim de mostrar para a sociedade brasileira que tem uma proposta para apresentar. Resta saber se o eleitorado brasileiro está disposto a votar em um partido comunista de esquerda. Mas os comunistas podem se considerar privilegiados, afinal nenhuma corrente política tem mais história neste país do que o Partido Comunista do Brasil.

Origem

O Partido Comunista do Brasil (PCdoB) é um partido político brasileiro de esquerda. Foi fundado em 1922, por vários dirigentes proletários. É o partido mais antigo do país, tendo passado 60 anos de vida na clandestinidade. O PCdoB é baseado ideologicamente nos princípios da teoria científica de Marx, Engels e Lênin, tendo forte acesso nos meios sindicais e estudantis. Em 23 de maio de 1985, o Partido Comunista do Brasil conquistou a legalidade, como fruto da democratização, obtendo seu registro no TSE.

Nota do PMDB

Líderes nacionais do PMDB começam a se movimentar para lançar candidato à presidência. O deputado Carlos Marun (PMDB-MS) largou uma nota onde critica a posição do partido em não lançar candidato e votar no candidato do PSDB.  “Correligionários, a hora está chegando e urge uma candidatura própria presidencial, Vamos fazer o quê? Ceder nosso tempo de TV para o PSDB destilar sobre nós suas dúvidas e deixar para o Lula chamar-nos de golpistas. O Luciano Huck poderia valorizar o nosso tempo na TV, afinal disto ele entende. Se não tivermos candidatura à presidência, seremos centro do alvo destas eleições e isto atrapalhará sobremaneira todos os projetos do partido.” A nota segue dando motivos para o PMDB ter candidatura.

Alckmin não quer a presidência

Desde o afastamento do senador Aécio Neves da presidência nacional do PSDB, o partido ficou dividido. Hoje dois nomes brigam pela disputa da presidência do PSDB, o senador Tasso Jereissati (CE) e o governador de Goiás, Marconi Perillo. O nome do presidenciável Geraldo Alckmin foi citado para evitar um racha ainda maior. “Não tenho nenhuma pretensão de presidir o partido. Todo o esforço é para unir o PSDB”, ressaltou Alckmin.

Nomes fortes

O tucano João Dória reconheceu que Lula e Bolsonaro, atuais líderes nas pesquisas eleitorais, são nomes fortes para a disputa presidencial, o que representa um risco para o país. Para Doria, Lula é o candidato da extrema esquerda e Bolsonaro, da extrema direita.

Discorda

Discordando do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB), que, em artigo publicado neste domingo, defendeu o desembarque do PSDB do governo Temer, Doria disse que o partido precisa manter seus ministros no governo e seguir alinhado à política econômica. “Se era pra sair, já deveríamos ter saído”, declarou.

Higieniza produtos

Parceiros

Celso Mattiolo
Tatu parceiros
Piccoli Parceiros
Biasus Parceiros
Barbieri
Nathan Moreira
Tiecher Banner

Publicidade

Auto Posto Xxe
Inviolavel
Callfass Transportes
Cristal ótica
Center Hotel