sexta, 17 de novembro de 2017 - 10:36:25 PM
sexta, 17 de novembro de 2017 - 10:36:25 PM
Lucio Jaques
Novembro Azul
Sicoob Cartão
PUBLICADA EM 29 de agosto de 2017 - 6:57 PM

PSD quer apoio do PSDB para ganhar no primeiro turno

Reana Seguros

O pré-candidato ao governo do estado, deputado Gelson Merisio (PSD) está entusiasmado com seu projeto político e apoio que vem recebendo do PP e PSB em todas as regiões que têm visitado. A última foi no sul do estado, em Tubarão, quando foi recebido de braços abertos pelo prefeito Joares Ponticelli e o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Silvio Dreveck, que teve o reforço de deputados estaduais, prefeitos, vice-prefeitos e vereadores do PP, PSD e PSB, recebidos para um almoço. Merisio entusiasmado falou: “Se garantir o apoio do PSDB, vencemos no primeiro turno”. garantiu

Noiva da vez é o PSDB

Mais uma vez, fica evidente que o PSDB é a “noiva da vez” das próximas eleições. Tanto o PSD assedia os tucanos, como o PMDB, que até o momento está isolado, sem grandes partidos em uma aliança para disputar o governo em 2018. Caso o PSD feche também o apoio do PSDB sua aliança ganha uma musculatura política muito grande e como em todas as eleições os partidos pequenos tendem a migrar para a aliança e obter cargos no governo. Agora, se o PMDB levar o PSDB para sua aliança, mais o PR de Jorginho Mello e outros partidos, o cenário muda radicalmente e, com certeza, teremos um segundo turno disputadíssimo entre PSD e PMDB.

 Audiência pública

Nesta segunda-feira (28) representantes da prefeitura, entidades, moradores  xanxerenses e vereadores participaram da audiência pública para discutir ao aumento na taxa de coleta Lixo. A prefeitura mostrou gráficos e defendeu que sem o aumento da taxa os serviços podem diminuir, o que naturalmente irá prejudicar toda a sociedade. As entidades defenderam melhorias no serviço e uma forma mais integrada em alguns setores. Já o vereador Wilson Martins dos Santos afirma que ainda não está satisfeito com as explicações e mantém o seu posicionamento. “Não podemos criar uma obrigação para um proprietário que não gera lixo domiciliar”, afirma.  Muita discussão, mas o projeto do aumento da taxa de lixo vai ser votado até o final de setembro, para ser cobrado a partir de 2018.

Taxa da coleta de lixo

Pois é, o aumento na taxa da coleta de lixo gerou e ainda vai gerar muita polêmica. De um lado a administração alega que o valor não é reajustado desde 2013, de lá para cá aumentou o número da população e loteamentos no município, sem falar que hoje o déficit da arrecadação se aproxima de R$ 2.5 milhões, por ano. Isto pode caracterizar renúncia de receita, o que pela Lei de Responsabilidade Fiscal não é permitido, podendo gerar um processo contra a administração. Por outro lado, tem moradores e vereadores que acham o aumento demasiado, já que em alguns setores chega a mais de 150%. A solução é chegar em um meio termo, para não prejudicar a sociedade como um todo, afinal é um serviço essencial para a comunidade e a saúde pública.

Empresa está no limite

O diretor da empresa contratada para a coleta do lixo, Adierso Bianchi, garante que a empresa está no seu limite de preço e não tem como rever o valor licitado. “Vale lembrar que o contrato é de 2013, neste período até agora houve aumento no número de loteamentos e no número populacional de Xanxerê”, explica.

Não foi aclamado, conquistou

O deputado federal João Rodrigues (PSD), em recente entrevista para uma rádio de Chapecó, afirmou que “Gelson Merisio não foi aclamado candidato ao governo, mas sim conquistou este espaço, através de alianças que deram musculatura a sua pré-candidatura ao governo do estado”. Ao mesmo tempo, Rodrigues reafirmou que Merisio é o candidato do partido. Questionado se iria concorrer à reeleição foi evasivo: “Ainda não sei, tem muita água para correr em baixo da ponte até a convenção do PSD”.

Fortalecer o PP e as alianças

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Silvio Dreveck (PP) mandou um recado pelo seu facebook sobre quais são os projetos do seu partido e o que pensa sobre as eleições de 2018. Dreveck afirma: “Vamos fortalecer o PP e consolidar as alianças com que tenham os mesmo ideais e compromissos por Santa Catarina”, garante. Dreveck tem mantido uma verdadeira maratona de visitas em todas regiões do estado visitando as bases e ouvindo as lideranças do partido, como forma de se aproximar ainda mais.

Higieniza produtos

Parceiros

Tatu parceiros
Piccoli Parceiros
Celso Mattiolo
Tiecher Banner
Barbieri
Nathan Moreira
Biasus Parceiros

Publicidade

Auto Posto Xxe
Inviolavel
Callfass Transportes
Cristal ótica
Center Hotel