sexta, 17 de novembro de 2017 - 10:37:20 PM
sexta, 17 de novembro de 2017 - 10:37:20 PM
Lucio Jaques
Novembro Azul
Sicoob Cartão
PUBLICADA EM 05 de setembro de 2017 - 7:00 PM

Parlamentares mais influentes do Brasil

Reana Seguros

O deputado Esperidião Amin (PP) e senador Paulo Bauer (PSDB) são os dois dos 19 parlamentares catarinenses que estão entre os 100 mais influentes do Brasil, de acordo com levantamento divulgado nesta segunda-feira pelo Diap (Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar). Outros dois estão na lista de congressistas em ascensão, deputado Valdir Colatto (PMDB) e Carmem Zanotto (PPS). O deputado Esperidião Amin (PP) continua entre os “cabeças” do Congresso Nacional. Já o senador Paulo Bauer (PSDB) ingressou na lista. Os dois foram classificados na condição de referências em articulação nas Casas em que atuam.

Critérios

A publicação “Os Cabeças do Congresso” é editada há 24 anos pelo Diap. Os critérios são basicamente três: institucional, ou seja, o posto que ocupa na estrutura da Casa ou no partido; o reputacional, como é visto por seus colegas e correligionários de partido e região; e o decisional, como se comporta frente a votações, negociações, articulações.

Presidência da Câmara

Informações extraoficiais dão conta que os acertos para decidir quem assumirá a presidência da Câmara de Vereadores de Xanxerê, no ano que vem, estão acontecendo nos bastidores, entre petistas e progressistas. Ao que parece, está tudo encaminhado para o vereador Lenoir Tiecher assumir a presidência, com a ida do vereador Arnaldo Lovatel (PP) para a secretaria da Saúde.

Não protege o cidadão

Diante dos inúmeros ataques realizados pelo crime organizado no estado, o comandante geral da Policia Militar, Paulo Henrique Hemm, é taxativo em afirmar que a atual lei penal não protege os aplicadores da lei e muito menos o cidadão de bem. “Precisamos a revisão da lei com urgência para que possamos dar a segurança que a sociedade quer e merece. Hoje só se vê falar em reforma política, reforma econômica, mas nada se fala sobre a reforma da legislação penal”, afirma.

Aécio bandidão…

Em um dos trechos da gravação que encaminharam à procuradoria-geral da República, os delatores da JBS, Joesley Batista e Ricardo Saud, discutem reservadamente quais autoridades deveriam ser gravadas por eles para compor o acervo do acordo de delação premiada que negociavam com o Ministério Público Federal. “O Aécio é bandidão”, diz Joesley.

Escândalo

O áudio obtido pela Procuradoria Geral da República incrimina o ex-procurador Marcelo Miller, que foi braço direito do procurador-geral Rodrigo Janot, em suposta “venda de influência” junto ao chefe da PGR na negociação de delação premiada. Miller teria se beneficiado, por um contrato de US$ 27 milhões (R$ 85 milhões) do escritório que fazia a defesa de Joesley Batista. Com certeza vai negar. Já o Ministro Janot afirmou que a denúncia contra Miller não invalida provas, nem o instituto da delação, mas advogados apostam em anular a delação.

Que país é este?

Malas e caixas de dinheiro guardadas em apartamento. Presidente da republica, ministros, deputados, sendo citados como integrantes de grupos da JBS que se beneficiaram com informações privilegiadas, empréstimos milionários, entre outras falcatruas.  Estamos vivendo, literalmente, o fim das instituições no Brasil. Um desrespeito com os brasileiros e o país. O fato é que a conjuntura política atual encerrou um ciclo, o Brasil precisa urgentemente ser passado a limpo. O grau de corrupção chegou a um limite insuportável, se dá para afirmar que existe um limite suportável. Os principais partidos estão cada vez mais parecidos. O Brasil vive tão imerso em escândalos de corrupção que a população parece anestesiada. Os infindáveis casos que vêm à tona suscitam reflexões sobre o sistema político totalmente podre no país.  A pregunta que não quer calar é “ainda existe luz no final do Túnel?”  Talvez, ano que vem teremos eleição, será o momento do eleitor mudar este quadro podre composto por políticos que nos representam e só pensam em agir em causa própria, desonestamente. Que país é este? Achei que conhecia, hoje tenho dúvidas.

Higieniza produtos

Parceiros

Piccoli Parceiros
Barbieri
Tiecher Banner
Tatu parceiros
Biasus Parceiros
Celso Mattiolo
Nathan Moreira

Publicidade

Auto Posto Xxe
Inviolavel
Callfass Transportes
Cristal ótica
Center Hotel