sexta, 17 de novembro de 2017 - 10:46:57 PM
sexta, 17 de novembro de 2017 - 10:46:57 PM
Lucio Jaques
Novembro Azul
Sicoob Cartão
PUBLICADA EM 10 de novembro de 2017 - 9:38 PM

PT procura Amin para uma aliança

Reana Seguros

Já tem analista político afirmando que pode acontecer uma aproximação entre o PT e o PP, visando às eleições do ano que vem. Na última quinta-feira (9), o presidente do PT/SC, deputado Décio Lima e o vice, deputado Pedro Uczai,  se reuniram com o deputado Federal Esperidião Amin (PP) para uma conversa de mais de duas horas sobre a conjuntura política de Santa Catarina, em Brasília. Quem registrou o momento foi o ex-deputado federal, Cláudio Vignatti, secretário-geral do PT/SC, que também participou das articulações. Os petistas começam a se movimentar para sair do isolamento. Uma coisa é certa, com o PMDB o PT não estará, isto foi dito por líderes petistas. O PCdoB, parceiro de muitas caminhadas, vai ter o seu projeto próprio, então uma aliança com o PP seria a grande jogada para ambos os lados, em especial para Amin que sonha em disputar novamente uma eleição para o governo do estado. Se isto vier a acontecer será o grande fato novo desta eleição.

Amin quer ser candidato

Os partidos políticos têm realizado pesquisas internas para saber como estão posicionados seus pré-candidatos ao governo do estado para as próximas eleições. Alguns nomes já aparecem como os mais lembrados pelo eleitor. Amin sabe que está muito bem, perante o leitor. Na última pesquisa divulgada ele aparece com 30%. Mas Amin, mesmo estando presidente até janeiro de 2018, sabe que a maioria dos progressistas deseja o projeto do pré-candidato ao PSD, Gelson Merisio. Mas Amin não se dá por vencido, busca agora realizar uma pré-convenção, em dezembro, para que o PP se posicione, se quer ou não ter candidato ao governo, no ano que vem. Se isto acontecer, muda todo o cenário político desta eleição.

Tudo pode acontecer…

Neste momento, dois partidos estão isolados na corrida eleitoral do ano que vem. O PMDB ainda não conseguiu uma aliança com um partido grande para dar musculatura ao seu projeto de governo. Os caciques do PMDB buscam levar o PSDB para uma aliança, o que fica cada dia mais distante. O PT segue o mesmo caminho solitário, agora tenta se aproximar do PP para consolidar seu projeto. O PSD tem o aceno de apoio de dois partidos, o PSB e parte do PP. Mas se o PP lançar candidato ao governo, o que começa a ganhar corpo, quem vai ficar em uma situação difícil será o PSD, que perderá um grande aliado. Vale lembrar que ainda falta quase um ano para as eleições e tudo pode acontecer.

Visita de Eskudlark

O delegado de Xaxim, Fernando Callfass, recebeu a visita nesta sexta-feira (10) do deputado estadual Mauricio Eskudlark.  Callfass conversou com o deputado sobre a segurança pública do município e solicitou o apoio para a ida de novos policiais civis para a Delegacia de Xaxim. Também solicitou uma atenção especial para a questão das promoções da Polícia Civil. Sem dúvidas, o deputado Eskudlark pode colaborar, e muito, nestas questões, afinal ele é ex- Delegado Geral da Polícia Civil e conhece bem a área da segurança no estado.

Santa indefinição

O vice-governador Eduardo Pinho Moreira (PMDB) está vivendo uma das maiores indefinições em sua vida pública. Moreira aguarda um posicionamento oficial do governador Raimundo Colombo sobre sua saída do governo em dezembro ou em abril, mas também pode ser depois do carnaval, como já foi cogitado, o que seria o meio termo para agradar o seu partido, o PSD e o PMDB. Realmente, Moreira vive uma “santa indefinição”. Moreira tem afirmado que em dezembro, com certeza, as definições acontecerão, como a renúncia do governador, e se ele vai disputar o senado. “Tudo isso irá se resolver por lá”, garante Moreira.

Colombo em Chapecó

O governador Raimundo Colombo (PSD) estará em Chapecó na próxima segunda-feira (13), quando dará uma palestra na Unoesc, a partir das 19h30, para falar sobre os resultados de seu governo e o momento econômico do Brasil. A programação é aberta para toda a comunidade acompanhar a apresentação do governador das ações desenvolvidas em cada área de desenvolvimento. A inscrição será realizada antes da palestra, no local do evento.

Crítica à reforma política

O deputado Gelson Merisio criticou a reforma política que foi aprovada. Para Merisio o projeto aprovado é uma tragédia, pois não criou mecanismos para baixar os custos das campanhas e barra a entrada de novas lideranças. “O Brasil daria um salto de dez anos na oxigenação do processo político, com projetos que incentivam a participação dos jovens e das mulheres na vida pública. Se não focarmos nas mulheres e nos jovens, vamos ficar eternamente reclamando que a classe política não representa mais a sociedade, que não há renovação”, afirmou.

 

Higieniza produtos

Parceiros

Tatu parceiros
Celso Mattiolo
Nathan Moreira
Barbieri
Biasus Parceiros
Tiecher Banner
Piccoli Parceiros

Publicidade

Auto Posto Xxe
Inviolavel
Callfass Transportes
Cristal ótica
Center Hotel