domingo, 15 de setembro de 2019 - 07:31:26 PM
domingo, 15 de setembro de 2019 - 07:31:26 PM
Lucio Jaques
Sarampo
Andrioli Projetos
PUBLICADA EM 24 de dezembro de 2018 - 4:13 PM

2019: Um ano de expectativas

Reana Seguros

O ano de 2019 começa trazendo na bagagem muitas expectativas de mudança. Afinal, esta foi atônica desta eleição.  Tudo começou com o “Mito”, chamado Jair Bolsonaro, que como um furação devastou tudo e todos seus adversários, levando por terra todas as previsões eleitorais. Bolsonaro surgiu como a voz da mudança, mesmo com um partido sem expressão e novo, fazendo campanhas somente nas redes sociais. Bolsonaro conseguiu como poucos na história das eleições captar a atenção e adoração do eleitorado que o elegeu desde o início da campanha como o nome para ser o presidente do Brasil. Não só isso, Bolsonaro e o 17 se tornam literalmente um “mito”, que influenciou nas eleições dos 27 estados da federação.

Santa Catarina

A eleição do governador Carlos Moisés do partido de Bolsonaro, o PSL, ganhou corpo graças à influência da “onda Bolsonaro”.  Moisés disputou a eleição para fechar a chapa majoritária do seu partido e dar palanque para o presidenciável Jair Bolsonaro. Sem experiência na vida pública e desconhecido no meio político. Moisés surgiu de repente e tirou da disputa o gigante do MDB, que comandava o  governo.  A ascensão política de Moisés nenhuma pesquisa mostrava até o segundo turno. Nem a campanha de Moisés, a não ser nas redes sociais. No dia da eleição ele estava pescando, despreocupado com o resultado, pois não acreditava que passaria para o segundo turno. Foi quando amigos foram até a beira do mar, onde Moises estava pescando e o avisaram: “Você está no segundo turno das eleições”. Ele não quis acreditar, achou que era gozação.

Insegurança

Moisés também demonstra insegurança e despreparo para governar. Natural, afinal seu partido por mais que tenha elegido um considerável número de deputados, a maioria também não tem experiência na vida pública. Aliado a que o PSL em Santa Catarina começa a ganhar notoriedade, agora, com seu governo. Moisés também traz consigo a esperança de mudança. O novo governo tem pela frente desafios enormes, como o déficit no caixa. Precisa urgentemente diminuir o tamanho do estado, visando economia, rever a situação grave da saúde, negociar muitas dívidas que vencem este ano junto ao governo federal, segurança pública, entre outros.

Promessa

Com um governo de extrema direita, Bolsonaro vem com a promessa de mudar conceitos e valores colocados e defendidos pela esquerda socialista, por cerca de 16 anos. O certo é que Bolsonaro traz consigo valores muito fortes e disciplinados como o seu jeito de fazer política, típico do militarismo, tanto que montou o seu governo com base nos militares, com a promessa de colocar ordem e combater a corrupção no país. Mas respeitando, acima de tudo, os preceitos da constituição brasileira nos termos éticos e morais. Bolsonaro vem com o discurso e promessa de colocar a “esquerda” petista e seus aliados no ostracismo político da história. Defendendo e com a responsabilidade de reescrever a história do país e seus valores. É cedo para tirar qualquer conclusão, se realmente Bolsonaro vai conseguir passar o Brasil a limpo, como defendem ele e seus aliados.

Um novo Brasil

Uma coisa é certa, a partir de 2019, o Brasil não será o mesmo, nem seus caminhos a serem trilhados. Com liberdade e apoio da maioria da sociedade Bolsonaro tem tudo para mudar o jeito e a forma de fazer política, mais do que isto, de governar. Neste pseudo início de governo de Bolsonaro, o que se notou foi muito trabalho por parte da sua equipe de transição e seus aliados de governo, deixando clara  a falta de experiência administrativa do grupo, com uma fatia de petulância ingênua de algumas lideranças. Mas inegavelmente Bolsonaro montou sua equipe de governo da forma que a sociedade brasileira pensava e queria. Trazendo de volta os militares ao poder. Mas o presidente terá pela frente desafios bem maiores do que agradar e ouvir a voz das ruas.  Bolsonaro tem grandes desafios pela frente, como aprovação da reforma da aposentadoria, trabalhista, educação, meio ambiente, maioridade penal, orçamentária, política comercial, apenas algumas.

Novo Rumo

O país precisa de um novo rumo, onde o desenvolvimento e investimentos voltem a acontecer com toda força, apoiados e incentivados pelo governo federal. O empreendedor brasileiro não aguenta mais pagar e carregar esta carga tributária nas costas e no bolso. Se o governo não incentivar efetivamente o empreendedorismo, dificilmente sairemos desta crise tão cedo, se não piorar.

Cartão Sipag

Parceiros

Wilson Martins
Tatu parceiros
Tiecher Banner
Piccoli Parceiros

Publicidade

Inviolavel
Fit Fish
Momento FM