segunda, 06 de abril de 2020 - 08:25:20 PM
Lucio Jaques
Atendimento saúde
PUBLICADA EM 24 de março de 2020 - 4:36 PM

Ações de prevenção ao coronavírus da prefeitura de Xanxerê têm sido eficazes

Imprensa contra3

 

Pode até parecer ortodoxa demais a ação tomada pelo prefeito em exercício, Ivan Marques, em determinar o “toque de recolher” no município de Xanxerê para combater o contágio do coronavírus. Mas tem se mostrado extremamente eficaz, afinal não temos nenhum caso confirmado na cidade. É importante entender que por decreto do governador Carlos Moisés, todos devem ficar em casa, isto está acontecendo no Brasil e no mundo. Ninguém está em férias, sem falar que bares, restaurantes e festas estão canceladas. Antes de reclamar, aproveite este momento para ficar e curtir sua família em casa, juntos, e fazer as coisas que há muito tempo você esqueceu de fazer. São os pequenos gestos na vida que valem a pena e este é um deles. Só faltava não ir trabalhar e querer sair passear. Vai onde mesmo? Se todos os amigos e conhecidos estão em casa se protegendo. Respeite a sua vida e dos outros. Fique em casa, isto logo acaba.

Centro de Atendimento

Uma das medidas tomadas é a criação do Centro de Atendimento ao Coronavírus, que passa a funcionar 24 horas por dia, inclusive aos sábados e domingos, na unidade de saúde Hélio dos Anjos Ortiz. Lembrando que o atendimento será apenas para pacientes com síndromes respiratórias do município de Xanxerê. Ivan Marques reforça que as pessoas com suspeita devem ficar em casa e buscar o primeiro atendimento, pelo fone 08005361635 e site http://45.7.148.67:9990/saude/, para que os profissionais de saúde possam julgar a necessidade de encaminhamento ao Centro de Atendimento.

Unidades de saúde

Esta semana também houve alteração nos atendimentos nas demais unidades de saúde. A do bairro Castelo Branco terá o atendimento voltado à atenção primária para atendimento e acompanhamento por agendamento. A unidade funciona das 7 às 19 horas, sem fechar ao meio-dia, de segunda a sexta-feira. A sala de vacina do Castelo Branco irá atender das 7h30 às 11h30 e das 13 às 17h.

Vacina contra a gripe

Para a campanha de vacinação contra a gripe, que começou esta semana, as salas de vacinas foram remanejadas e funcionarão em quatro pontos: bairro dos Esportes, Vista Alegre, Vila Sésamo e Nossa Senhora de Lourdes, exclusivamente para a vacinação. O horário de atendimento será das 7h30 às 11h30 e das 13 às 17h.

O governador estava certo

O governador Carlos Moisés não tem medido esforços para combater a proliferação e contaminação do coronavírus no estado. Os resultados têm mostrado que o governador estava certo. Temos poucos casos de contaminação e conseguido conter o vírus, para que ele não se espalhe pelo estado, o que geraria uma epidemia sem controle. Agora só depende de todos fazerem a sua parte e esperar que possamos logo transitar livremente até que uma vacina seja criada. Parabéns para o governador, que mesmo não sendo político profissional está dando conta do recado.

Adiar as eleições

Não restam dúvidas que as eleições municipais devem ser adiadas. Não tem cabimento expor um grande número de pessoas nas ruas fazendo campanha e tendo contato com os mais variados grupos de contágio.  O coronavírus vai chegar ao seu pico de contágio no país a partir de abril e nos próximos três meses seguintes, conforme explicam os infectologistas.

Prorrogação de mandatos

Uma das maiores vantagens da “coincidência de mandatos”, a partir de 2022, com eleições somente a cada quatro anos, é reabrir o debate sobre a extinção da Justiça Eleitoral, que nos custa R$ 8 bilhões por ano. Já se conversa no Congresso sobre o adiamento das eleições de outubro, em razão do coronavírus, e a prorrogação de mandatos por alguns meses, até que a pandemia desapareça. Ou até 2022, como pretende proposta de emenda que tramita no Congresso.

Doar o fundo partidário

Muito mais do que adiar as eleições municipais, os nobres políticos devem sentar para discutir com urgência a doação do fundo eleitoral, que é no valor de R$ 2 bilhões, mais o custo do dia da eleição, que é de mais R$ 2 bilhões. Estamos falando de vírus letal que vem ceifando a vida, independente de classe, rico e pobre. Esta sim seria uma atitude magnânima por parte dos políticos brasileiros. Com certeza recuperariam um pouco do respeito e crédito por parte da sociedade. Se reduzirmos em 50% o valor dos recursos destinados à Justiça Eleitoral, que anualmente é em torno de R$ 8 bilhões, diminuiria para R$ 4 bilhões. Se somar tudo, teríamos recursos no montante de R$ 8 bilhões para serem doados para a saúde do nosso país. Seria muito mais importante do que termos a eleição este ano.

Cartão Sipag

Parceiros

Tiecher Banner
Tatu parceiros
Piccoli Parceiros

Publicidade

Vicini Pneus
Inviolavel
Momento FM