segunda, 01 de junho de 2020 - 10:25:39 AM
segunda, 01 de junho de 2020 - 10:25:40 AM
Lucio Jaques
Reana Seguros
PUBLICADA EM 25 de março de 2020 - 1:21 PM

Carlos Moisés diz estar “estarrecido” com discurso de Bolsonaro contra quarentena do coronavírus

 

Em vídeo divulgado na manhã desta quarta-feira (25) pela assessoria de imprensa, o governador de Santa Catarina Carlos Moisés disse estar “estarrecido” com o pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro realizado na noite de terça-feira (24) em cadeia de rádio e TV. Moisés afirmou, ainda, que vai estender por mais sete dias, a partir de hoje (25), a quarentena de isolamento social em Santa Catarina.O catarinense lembrou que nenhum país do mundo conseguiu dar respostas suficientes para absorver o grande número de pacientes nas unidades hospitalares.

Rio Grande do Sul e Paraná

Os governadores da região sul receberam com perplexidade e surpresa o pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro. A constatação é fruto do posicionamento dos governantes do sul pelas redes sociais e, também, através de contatos com fontes ligadas a estes governos ouvidas pela coluna. Oficialmente, o discurso dos governadores após o pronunciamento do presidente foi o de manter o isolamento social e as recomendações das autoridades sanitárias. Moisés, entre os três da região sul, foi o que teve a fala mais contundente, conforme o próprio vídeo mostra. Nos bastidores, o clima é de revolta pois, horas antes, em videoconferência com os mesmos, na terça-feira, Jair Bolsonaro havia falado em “cooperação” e anunciou medidas econômicas para ajudar o caixa dos estados.

“O que surpreendeu foi o fato de que em nenhum momento ele disse para os governadores o que falou no pronunciamento”, afirmou uma fonte que acompanhou a videoconferência.

Eduardo Leite, governador do Rio Grande do Sul, após o discurso de Jair Bolsonaro, publicou em sua rede social:

“É urgente encontrar alternativa ao confinamento. Mas não se faz isso c/ ataques à ciência e cautela médica mundialmente estabelecidas. Não deixamos de olhar economia/empregos. Mas não assistiremos inertes a uma doença se alastrar. Protege-se: 1) a vida; 2)os empregos. Nesta ordem “.

O governador do Paraná, Carlos Massa Junior, informou, via assessoria de imprensa, que “o governo do Paraná seguirá como planejamento de isolamento social”. NSC

Cartão Sipag

Parceiros

Piccoli Parceiros
Tiecher Banner
Tatu parceiros

Publicidade

Vicini
Inviolavel
Momento FM