segunda, 25 de maio de 2020 - 02:12:20 PM
segunda, 25 de maio de 2020 - 02:12:20 PM
Lucio Jaques
Reana Seguros
PUBLICADA EM 01 de abril de 2020 - 5:05 PM

Casa Branca estima que até 250.000 americanos vão morrer por coronavírus

 

 

Ao lado do presidente americano, Donald Trump, os cientistas Anthony Fauci, especialista em doenças infecciosas, e Deborah Birx, que coordena as ações do governo na crise, estimaram nesta quarta-feira, 1, que de 100.000 a 250.000 americanos vão morrer devido à pandemia de Covid-19, a doença causada pelo novo coronavírus. O cenário apresentado, contudo, é o mais otimista. Sem as medidas de distanciamento social adotadas pelos governos estaduais, a contagem final dos mortos poderia ultrapassar os 2,2 milhões de pessoas.

Para se chegar às conclusões do estudo, os pesquisadores realizaram a análise de casos nos Estados Unidos e os compararam com estudos realizados por outros países. “Esse é o nosso número real”, disse Fauci.

“Eu quero que cada americano esteja preparado para os duros dias que estão à nossa frente”, disse Trump. O presidente americano mudou seu discurso após ter minimizado a letalidade do entre fevereiro e o início de março.

No entanto, os Estados Unidos se transformaram no novo epicentro da pandemia ultrapassando a China e a Itália em número de casos. Nesta quarta, o Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) disse que somente em território americano há 186.101 casos confirmados e 3.603 mortos. Agora, Trump diz que o vírus é o “maior desafio nacional” e algo “diferente de tudo que já enfrentamos antes”. “É uma questão de vida ou morte, para ser franco”, afirmou o presidente. “É uma questão de vida ou morte”, repetiu. Veja.

Cartão Sipag

Parceiros

Tatu parceiros
Piccoli Parceiros
Tiecher Banner

Publicidade

Vicini
Inviolavel
Momento FM