sábado, 15 de dezembro de 2018 - 12:48:03 AM
sábado, 15 de dezembro de 2018 - 12:48:03 AM
Lucio Jaques
Sicoob Câmbio
Prestação de contas
PUBLICADA EM 04 de dezembro de 2018 - 8:17 AM

Contratações do Estado serão feitas somente a partir de maio de 2019

Reana Seguros

A equipe de transição do governador Carlos Moisés da Silva(PSL) admite a necessidade de reposição de servidores. Entende que trabalhadores para a atividade-meio são fundamentais. Mas esbarra em um problema conhecido: o limite de gastos com folha de pagamento conforme a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). A atual equipe da secretaria da Fazenda descartou contratações em 2018. Já o coordenador da transição do governo Moisés, Luiz Felipe Ferreira, não enxerga como contratar antes de maio de 2019.

Somente com o fechamento dos números do primeiro quadrimestre do ano que vem será possível saber se o Estado baixou dos 49% de comprometimento da receita com a folha. A meta é chegar em torno de 46%/47%. Caso isso não ocorra, as contratações de novos servidores não serão feitas.

A pressão de concursados por chamada é intensa em diferentes setores, principalmente na segurança pública. Há pessoas prontas para serem chamadas no Corpo de Bombeiros, Instituto Geral de Perícias (IGP) e Polícia Civil. Na Fazenda também há concurso em andamento, assim como a necessidade para contratação de engenheiros para a infraestrutura. Com os números no atual patamar, não há como o Estado contratar nem parte destes grupos.

                                                                                               

 

Cartão Sipag

Parceiros

Tatu parceiros
Piccoli Parceiros
Tiecher Banner

Publicidade

Fit Fish
Inviolavel
Callfass Transportes
Momento FM