domingo, 15 de dezembro de 2019 - 06:14:53 PM
domingo, 15 de dezembro de 2019 - 06:14:53 PM
Lucio Jaques
Andrioli Projetos
PUBLICADA EM 12 de agosto de 2019 - 9:20 AM

Deputado Eskudlark comemora números da Segurança Pública de Santa Catarina

Reana Seguros

 

Parlamentar parabenizou o Governador Moisés, destacou o trabalho integrado entre as forças de segurança e elogiou as polícias catarinenses

O deputado Maurício Eskudlark (PL) comemorou a divulgação do mapa da segurança pública publicado pelo IPEA em relação ao ano de 2019. “Santa Catarina se destaca apresentando três cidades entre os 20 municípios do país com mais de 100 mil habitantes que têm os menores índices de homicídios: Jaraguá do Sul (4º), Brusque (5º) e Tubarão (15º). Isso acontece por causa da forma da distribuição da população, da qualidade do nosso povo, da segurança pública e das ações que são levadas para colocar Santa Catarina num patamar que é desejo de todas as cidades”, avaliou.

Delegado de polícia com mais de 30 anos de atuação no setor, e atual Presidente da Comissão de Segurança Pública, Eskudlark destacou que o estado vem, desde o início do ano, usando uma nova forma diferente de administrar a segurança, com um colegiado de Segurança Pública. “Nosso agradecimento ao Governador Carlos Moisés e sua equipe, este é o resultado da implantação do colegiado, com a integração das forças de segurança, além do chamamento dos aprovados em concursos e outras ações.  Antes tínhamos uma secretaria que recebia os pleitos e que chamava os comandos para encontrar soluções, hoje são os próprios comandantes que fazem esse trabalho com seus profissionais e que adotam as medidas de segurança. O estudo do IPEA reforça que o que tem sido feito em Santa Catarina tem dado resultado”, garantiu.

Apesar dos bons resultados de forma geral, o parlamentar destaca que a preocupação ainda não acaba, citando o caso de Florianópolis, que entre as capitais é a 7ª colocada, com índice de 30 homicídios por 100 mil habitantes, número que é elevado, pois a ONU indica até 10 como o limite aceitável. Em Jaraguá do Sul o índice é de 5,5 por 10 mil habitantes, em Brusque 5,8 e em Tubarão 8,1. “Temos uma polícia que é referência no Brasil, equipada, valorizada e atuante, e isso ajuda muito para que os índices de criminalidade sejam baixos”, concluiu Eskudlark. Blog do Prisco.

Cartão Sipag

Parceiros

Tiecher Banner
Wilson Martins
Piccoli Parceiros
Tatu parceiros

Publicidade

Inviolavel
Momento FM