sexta, 14 de maio de 2021 - 08:22:22 PM
sexta, 14 de maio de 2021 - 08:22:22 PM
Lucio Jaques
App Sicoob
PUBLICADA EM 19 de abril de 2021 - 1:23 PM

Encontro entre João Rodrigues e Clésio Salvaro cria expectativa para 2022

Prefix novo

 

Nesta segunda-feira (19) aconteceu em Criciúma um encontro entre os prefeitos João Rodrigues (PSD) e Clésio Salvaro (PSDB). Este encontro chama a atenção do meio político, já que Salvaro tem manifestado a intenção de disputar o governo do estado em 2022. Seria um pré-acordo entre ambos, já que Salvaro terá que deixar o governo municipal para seu vice do PSD, Ricardo Fabris.  Ou uma aliança entre ambos para a disputa ao governo em 2022?

Candidatura ao governo

Ganha força e notoriedade a pré-candidatura ao governo do estado do prefeito de Chapecó, João Rodrigues (PSD). Não bastasse a vitoriosa batalha contra a pandemia da Covid-19, com ações rápidas e com resultados extremamente positivos, que lhe rendeu uma notoriedade nacional, até com a vinda do presidente Jair Bolsonaro, em Chapecó. Rodrigues é tido como um dos apadrinhados do presidente para a disputa do governo no estado. Mais, a aceitação da sua possível pré-candidatura ganha força e musculatura política, dia a dia. A conferir.

Merisio vai ao senado…

Como já falei em minha coluna, uma fonte fidedigna me confidenciou que Gelson Merisio já decidiu e falou para amigos mais próximos que seu projeto político para 2022 é disputar uma vaga ao senado. Recentemente, Merisio se reuniu com o prefeito de Criciúma, Clésio Salvaro, e voltou a afirmar que não pretende participar de majoritária no próximo ano.

No comando do governo?

O que se ouve falar, e defendido por alguns, é que o ex-deputado Gelson Merisio (PSDB) é quem dá as cartas no governo do estado, agora que a governadora interina Daniela Reinehr (sem partido) assumiu o governo. Aliás, há muito se fala da influência de Merisio junto à Daniela. Resta saber o quanto Merisio pode realmente ajudar a governadora no comando do estado e até onde o projeto político de cada um converge para 2022.

Continua isolada

A governadora interina Daniela Reinehr assumiu pela segunda vez interinamente o governo e fez modificações em áreas importantes do governo, apostando que o governador afastado, Carlos Moisés, leve 120 dias para voltar ou não assuma mais o governo. Daniela trocou cinco secretários do primeiro escalão, entre outros. A governadora se precipitou, deveria ter conversado antes com aliados para mudar a cara do governo. Mais uma vez, Daniela se afastou do governador Carlos Moisés, faltou diálogo. Mesmo contando com apoio do presidente Jair Bolsonaro, ela continua isolada. Moisés deve dar o troco.

Julgamento de Moisés

Já há uma previsão de data para o julgamento do impeachment do governador afastado Carlos Moisés da Silva (PSL). O ato irá decidir se Moisés será afastado definitivamente do cargo. Mesmo não havendo a confirmação por parte do TJSC (Tribunal de Justiça de Santa Catarina), a expectativa é que a sessão do Tribunal Especial de Julgamento ocorra na última semana de abril ou na primeira semana de maio. Considerando que as sessões do Tribunal de Julgamento ocorrem nas segundas ou sextas-feiras, a possibilidade é de que seja no dia 30 de abril ou 7 de maio.

Receba atualização das notícias pelo WhatsApp. Clique aqui!

Parceiros

Publicidade

Inviolavel
Momento FM