terça, 22 de junho de 2021 - 11:19:59 AM
Lucio Jaques
App Sicoob
PUBLICADA EM 11 de maio de 2021 - 6:21 PM

Eron Giordani foi pragmático e diplomático

Jovem Aprendiz

 

A volta do governador Carlos Moisés (PSL) ao cargo fortaleceu ainda mais o oestino Chefe da Casa Civil, Eron Giordani. Com muita diplomacia e inteligência pediu para ser exonerado e saiu do governo à moda francesa e com elegância, para a vice Daniela Reinehr assumir.  Giordani foi pragmático em sua decisão, mais do que isto, demonstrou como poucos como se deve comportar politicamente. Giordani volta ocupar a cadeira de secretário com mérito e reconhecimento.

Grande articulador

Mesmo sem a máquina política, nem cargo, Eron Giordani articulou nos bastidores em defesa do governador Carlos Moisés e obteve resultado positivo. Isto se deu graças a sua credibilidade política e confiança em sua palavra. Agiu como um grande estadista. Já diz o velho ditado popular: “A palavra de um homem é seu maior patrimônio”. Tem horas que calar vale ouro e falar vale prata. Giordani é hoje, sem dúvidas, uma das figuras mais observadas e admiradas no governo e politicamente.

Não surtiu efeito

Uma fonte política fidedigna de Florianópolis me afirmou que durante o julgamento do impeachment do governador Carlos Moisés (PSL), a então governadora interina Daniela Reinehr ainda insistia em mudar o voto dos parlamentares, enviando mensagens para os quatro deputados que estavam no Plenário. Mas, pelo visto, não surtiu nenhum efeito. Daniela deu um tiro no pé e ficou isolada politicamente

Tucanos estão bicudos

Um tucano de alta plumagem de Xanxerê foi enfático em afirmar que um grupo de tucanos não gostou, nem aprovou a votação da bancada de deputados a favor da permanência do governador Carlos Moisés no governo. Conversas de bastidores dizem que deve acontecer uma revoada do ninho tucano. Um dos mais cobrados é o deputado estadual Marcos Vieira.

Loureiro no PSD?

Nos bastidores a conversa é que o prefeito de Florianópolis, Gean Loureiro (DEM), estuda ir para o PSD. Loureiro já manifestou seu interesse em disputar o governo do estado e o seu atual partido, o DEM, perde musculatura política dia a dia, em nível nacional. Mas caso Loureiro vá mesmo para o PSD, vai enfrentar dificuldades em colocar seus projetos políticos em ação, já que o prefeito de Chapecó, João Rodrigues, já manifestou que é pré-candidato a governador nas próximas eleições, em 2022. Outro nome que vem sendo defendido é o de Napoleão Bernardes, que saiu do PSDB para ir para o PSD.

Vai chegar a hora

O senador Jorginho Mello (PL) afirmou que o assunto do impeachment do governador Carlos Moisés (PSL) está encerrado definitivamente, mas o senador voltou a alfinetar, dizendo que vai chegar uma hora que o governador vai ter que dizer para a sociedade catarinense onde foram parar os R$ 33 milhões, gastos na compra dos respiradores fantasmas.

Resolver nas urnas

Pois é, tem as eleições do ano que vem, vamos resolver nas urnas. É muito melhor e muito mais legítimo. Quem achar que trabalhou direito vá para as urnas para ver se o povo concorda. Ninguém engana mais ninguém. Eu sempre estive ao lado de Santa Catarina e nunca me afastei. Claro que gostaria de ser governador. Mas não pode ser um projeto pessoal, tem que ser um projeto de estado. Por isso me acho preparado para disputar a eleição.

Senador Jorginho Mello (PL)

Mais aliviado

O deputado estadual Júlio Garcia (PSD) respira mais aliviado. A juíza Janaina Cassol devolveu o mandato ao deputado, mas com restrições. Garcia terá que usar tornozeleira eletrônica, a proibição de contato com pessoas envolvidas nas investigações e o recolhimento noturno em residência, no período das 23 às 6 horas. A magistrada aceitou apenas a revogação da medida cautelar de suspensão do mandato eletivo, mantendo as demais.

Candidato do MDB

Lideranças do MDB colocaram o pé na estrada no fim de semana, iniciando a série de encontros regionais visando às prévias do partido, marcadas para o dia 15 de agosto. O Objetivo destes encontros é definir o nome do candidato que irá disputar a eleição para governador o ano que vem. Entre os nomes em pauta para a candidatura ao governo pelo partido está o do prefeito de Jaraguá do Sul, Antídio Lunelli, do senador Dário Berger e do presidente estadual do MDB, Celso Maldaner.

Ministro em Saudades

O Ministro da Educação, Milton Ribeiro estará em Santa Catarina, na próxima sexta-feira (14), para uma visita à creche no município de Saudades, onde aconteceu uma tragédia na semana passada, quando um rapaz de 18 anos matou três crianças com menos de dois anos de idade, uma professora e uma agente educadora. O Ministro chega ao aeroporto de Navegantes na noite de quinta-feira. Na sexta-feira pela manhã deve participar da inauguração de uma creche/escola em Blumenau.

 

Receba atualização das notícias pelo WhatsApp. Clique aqui!

Parceiros

Publicidade

Inviolavel
Momento FM