domingo, 15 de setembro de 2019 - 07:35:12 PM
domingo, 15 de setembro de 2019 - 07:35:12 PM
Lucio Jaques
Sarampo
Andrioli Projetos
PUBLICADA EM 10 de setembro de 2019 - 3:15 PM

Estudantes da UFSC decidem entrar em greve contra bloqueio de recursos

Reana Seguros

 

Estudantes da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) decidiram em uma assembleia na tarde desta terça-feira fazer uma greve geral estudantil. A deliberação ocorreu em uma assembleia em frente à reitoria da universidade. Desde a semana passada, mais de 50 cursos já haviam aderido à paralisação ou entrado em estado de greve. Com a greve geral estudantil, os alunos pretendem pressionar pela liberação de recursos bloqueados no orçamento da UFSC que ameaçam a continuação das atividades da instituição até o final do ano.

Com a decisão, os estudantes da UFSC são os primeiros do país a aderirem à greve por causa dos cortes no orçamento das universidades públicas. Por todo o país, as instituições federais sofrem com os bloqueios de recursos feitos em maio pelo governo federal. Na assembleia desta terça, estudantes da UFSC defenderam uma paralisação nacional da educação que ocorresse a partir da mobilização dos alunos da instituição.

A votação que definiu a greve geral foi feita apenas por estudantes, com cédulas que os alunos receberam no início da assembleia ao fazer um credenciamento. Antes, cerca de 20 estudantes que se inscreveram fizeram discursos, com sugestões de medidas também sobre outros temas, como a manutenção ou não da realização do vestibular e a pressão contra a sequência do projeto Future-se, proposto pelo governo federal. Após uma hora e meia de assembleia, os estudantes ergueram praticamente de forma unânime os papéis amarelos que sinalizavam o apoio à greve geral estudantil.

Além da greve, aprovada por ampla maioria, a assembleia definiu outros encaminhamentos. NSC Total

Cartão Sipag

Parceiros

Tatu parceiros
Wilson Martins
Tiecher Banner
Piccoli Parceiros

Publicidade

Inviolavel
Fit Fish
Momento FM