quinta, 01 de outubro de 2020 - 12:55:54 AM
Lucio Jaques
Reana Seguros
PUBLICADA EM 12 de fevereiro de 2020 - 4:58 PM

Leandro Vigo é o nome do PL à majoritária em Xanxerê

App Sicoob

 

O coordenador regional do PL na região do Alto Irani, o ex-vice-prefeito Leandro Junior Vigo, será o anfitrião do presidente estadual do partido, senador Jorginho Mello, em sua visita a lideranças da região neste fim de semana. Conforme Vigo, Mello deve realizar várias visitas e filiações, visando às eleições municipais. Vigo é o nome forte que o presidente Jorginho Mello aposta nesta eleição. Vigo já anunciou que será candidato a prefeito e trabalha para formar uma aliança para a disputa eleitoral. “O objetivo é apresentar um novo projeto para os xanxerenses, sem amarras políticas, visando o desenvolvimento do município, acima de tudo”, afirma.

Filiação importante

O roteiro que o presidente estadual do PL, Jorginho Mello, vai realizar passa fundamentalmente por São Domingos, onde haverá a filiação da prefeita do PT, Eliéze Comachio, que vai à reeleição. Mas na lista de filiações, outras lideranças petistas devem assinar ficha no PL, fortalecendo ainda mais o partido para as eleições, que terá como principal adversário o ex-prefeito Alcimar de Oliveira (Kiko). Sem dúvidas será uma eleição disputadíssima.

Naatz na liderança do PL

Como já adiantei em minha coluna, o deputado Ivan Naatz entrou no PL com todo apoio do partido e respaldo para comandar a sigla na Alesc. Na sessão de terça-feira (11) o deputado Maurício Eskudlark (PL) anunciou na tribuna a filiação do deputado Ivan Naatz ao Partido Liberal e informou que o novo membro do PL será o líder da bancada na Assembleia.

É preciso ter espaço

O deputado Eskudlark justificou a indicação de Naatz como líder. “Político quando está num partido e não tem espaço, não pode agir em benefício da sua região, tem de buscar o melhor caminho para atender a sua gente, o eleitor que representa”, disse.

Uma grande experiência

O deputado Naatz sabe da responsabilidade que assumiu ao entrar nas fileiras do PL e reconhece o apoio dos colegas de partido. “Liderar a bancada será uma experiência muito grande para mim”, avaliou, adiantando que o PL negocia com o PSL a criação de um bloco na Assembleia Legislativa.

Farda pronta…

O vereador Vilson Piccoli ainda continua com o seu futuro incerto para qual partido deve migrar. Convites não faltam, mas por enquanto o vereador continua no MDB. Informações de bastidores dão conta o vereador vem sendo assediado para compor uma chapa majoritária nesta eleição. Piccoli por enquanto analisa o momento político, mas com soldado do partido está de “farda pronta” para o pleito eleitoral. Tudo vai depender de como o MDB vai interpretar o seu desejo de disputar a eleição municipal. A conferir.

Carreira solo

O presidente da Câmara de Xanxerê, Arnaldo Lovatel (PP), vem trabalhando a sua candidatura a prefeito e as conversações com outras siglas já começaram. Amigos mais próximos afirmam que Lovatel quer estar longe do projeto do PSD e o objetivo é seguir carreira solo.

Eleição aberta

Alguns nomes de lideranças que foram tidas como possíveis pré-candidatos a prefeito de Xanxerê, começam a se manifestar afirmando que não irão concorrer a nada nesta eleição. Um sinal que a eleição municipal começa a definir os nomes de quem serão verdadeiramente os candidatos a prefeito. Mas para mim esta eleição ainda continua aberta. As definições mais precisas deve mesmo acontecer depois da ExpoFemi 2020. Será?

Alimentação mais saudável

Por uma alimentação escolar mais saudável, mais nutritiva e sem riscos ao desenvolvimento humano. Esse é o objetivo do Projeto de Lei 0010.3/2020, protocolado pelo deputado estadual Fabiano da Luz (PT/SC) nesta semana. O PL de Fabiano da Luz dispõe sobre o fornecimento de alimentos orgânicos na alimentação escolar nas unidades educacionais públicas no Estado de Santa Catarina. O documento já deu entrada na Assembleia Legislativa e, agora, tramitará nas comissões da Casa.

Projeto contra o câncer

O deputado Valdir Cobalchini (MDB) voltou a defender o PL 461/2019, de sua autoria, que dispõe sobre o diagnóstico e tratamento do câncer. Segundo o projeto, uma vez definida que a principal suspeita é de câncer, os exames necessários à elucidação do diagnóstico devem ser realizados em 30 dias. “Queremos acesso universal e igualitário para todos, informação clara sobre a doença e seus tratamentos e capacitação dos profissionais de saúde”, garante o deputado.

A decisão deve começar

A deputada federal Ângela Amin (PP), que já foi prefeita de Florianópolis, por dois mandatos, ainda não definiu o seu futuro na eleição da capital. O nome de Ângela ganha força a cada dia, mas ela insiste em afirmar que a decisão deve começar a ser amadurecida no mês que vem. Enquanto isso, a ex-prefeita aposta nas conversas que já foram feitas com PDT, MDB, PSL e PSB, entre outros. Há quem aposte que o nome do PP nesta eleição é de Ângela Amin, mesmo ela se fazendo de desentendida.

Parceiros

Fit Fish

Publicidade

Inviolavel
Momento FM