terça, 19 de outubro de 2021 - 02:21:05 PM
Lucio Jaques
Topo out.
App Sicoob
PUBLICADA EM 09 de dezembro de 2020 - 5:43 PM

Martarello trabalha em casa e se recupera da Covid-19

 

O prefeito eleito Oscar Martarello (PSDB) está trabalhando em home office, porque está se tratando da Covid-19. Conversei com o prefeito que me disse que há uma semana pegou o coronavírus, após retornar de viagem de trabalho. Conforme Martarello, teve uma pequena infecção pulmonar que já foi tratada. “Esta doença é muito complicada, ela rapidamente muda seus sintomas. Tive faltar de ar de um dia para outro, mas agora está tudo bem. Estou tomando todos os cuidados necessários e recomendações repassadas pelos médicos”, contou.

Novidades em 2021

Martarello, mesmo com Covid-19, está realizando reuniões on-line com os secretários para agilizar os trabalhos e começar o ano com o seu plano de governo afinado para poder colocar em prática. Conforme o prefeito eleito, assim que estiver melhor vai agendar uma reunião em Brasília para tratar a questão dos alagamentos e a construção de casas populares.  Outra reunião deve acontecer em Florianópolis com a Casan. “Não tenho dúvidas que já no início do ano teremos boas novidades para Xanxerê”, garante.

A expectativa é muito grande

Em conversas nas rodas políticas, é grande a expectativa de que o prefeito eleito Oscar Martarello faça um governo diferente e de ações efetivas, mudando o cenário xanxerense. Os que têm uma maior aproximação com o prefeito são categóricos em afirmar que Martarello tem pulso firme e vai cobrar resultados dos seus comandados. Mais do que isto, não aceitará intervenção política em seu governo. Vai governar projetando Xanxerê para os próximos trinta anos, garantem. Ganha Xanxerê, sem dúvidas.

Biasus tem portas abertas

O vice-prefeito Adenilso Biasus (MDB) recebeu um convite especial do governador Carlos Moisés (PSL) para participar na última terça-feira (8) da inauguração do Centro de Inovação do Vale do Rio do Peixe, em Joaçaba. Vale lembrar que esta obra foi executada quando ele exerceu a função de Secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável. Biasus aproveitou para conversar com o governador e com o seu amigo Juliano Chiodelli, Subchefe da Casa Civil, sobre as principais demandas do nosso município.  Sem dúvidas, Biasus tem as portas abertas e o reconhecimento do governo do estado. Isto deve favorecer muito Xanxerê na busca de recursos e obras. Pontos para Biasus.

MDB – a bola da vez

Nos bastidores da Assembleia Legislativa as articulações são para a eleição de um emedebista para a presidência da casa para o biênio 21-22. Dois postulantes do MDB estão no páreo, os deputados Mauro de Nadal, atual vice-presidente, e Moacir Sopelsa, o parlamentar que hoje detém o maior número de mandatos na Casa. Pelo acordo, de Nadal assumiria o comando do Legislativo estadual, agora em 2021, e Moacir Sopelsa, que não disputará a reeleição para deputado, encerraria sua carreira com chave de ouro, presidindo a Casa em 2022. A conferir

Vice-presidência

O acordo entre Nadal e Sopelsa vale desde que eles consigam, juntos, os 21 votos necessários para eleger o próximo presidente e, por consequência, a nova Mesa Diretora da Alesc. Este cenário será construído com os demais cargos diretivos do Parlamento. O PSL, por exemplo, tem seis deputados e a bancada já definiu que votará unida. Pode beliscar até a vice-presidência. O PSD também tem seis deputados, mas vem pilotando a Casa desde o começo desta legislatura.

Diplomação virtual

Devido à pandemia do coronavírus e ao avanço da doença em Santa Catarina, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE/SC), realizará as cerimônias de diplomação dos candidatos eleitos e suplentes em 2020 de três maneiras distintas, sendo virtualmente, por meio de videoconferência ou de forma presencial. Os diplomas serão expedidos pela internet no dia 16 de dezembro. É importante lembrar que a disponibilização do diploma fica condicionada unicamente à apresentação das contas de campanha do respectivo diplomando, não sendo, portanto, necessária a apresentação de quitação com o serviço militar.

Dívida

A Assembleia Legislativa aprovou, na sessão desta terça-feira (8), matéria do Poder Executivo e uma do Poder Judiciário. Agora segue para sanção do governador Carlos Moisés da Silva (PSL). Um dos destaques é o Projeto de Lei 342/2020, de autoria governamental e que tramitava em regime de urgência. Ele autoriza o governo a refinanciar as parcelas da dívida do Estado de Santa Catarina com a União que não foram pagas este ano em função da pandemia do coronavírus. Conforme a proposta, serão refinanciados R$ 484 milhões, referentes à suspensão do pagamento das parcelas mensais da dívida com o governo federal, de março a dezembro. Esse montante terá que ser reincorporado ao saldo devedor para ser pago a partir de janeiro de 2022.

Águas mansas

Foi só o governador Carlos Moisés (PSL) se aproximar da Alesc, que as matérias que tramitavam há meses na casa começaram a ser votadas e aprovadas. Um sinal claro para o governador que sem o apoio do Legislativo ele não governa, aliás pode até sofrer um impeachment. Ao que parece, o governador Moisés vai navegar em águas mansas neste ano de 2021e poder governar com tranquilidade. Só não sei até quando!

 

Receba atualização das notícias pelo WhatsApp. Clique aqui!

Parceiros

Center Hotel

Publicidade

Inviolavel
Momento FM