domingo, 15 de setembro de 2019 - 07:20:03 PM
domingo, 15 de setembro de 2019 - 07:20:03 PM
Lucio Jaques
Andrioli Projetos
Sarampo
PUBLICADA EM 24 de abril de 2019 - 11:28 AM

MDB busca consenso para convenção estadual

Reana Seguros

Depois de muitas discussões e racha interno, o MDB catarinense finalmente marcou a data para a sua convenção estadual, que vai acontecer no dia 1º de junho. O partido busca acalmar os ânimos e evitar uma verdadeira debandada de lideranças que já manifestaram interesse em deixar o partido, a exemplo dos deputados estaduais Valdir Cobalchini e Moacir Sopelsa, entre outros. Até a convenção ainda tem muita água para correr embaixo desta ponte, mas principalmente definir qual é o nome para disputar a presidência do partido, o nome em destaque é o do senador Dário Berger.

Movimento do MDB

O ex-governador Eduardo Pinho Moreira voltou ao cenário político e participou da reunião do MDB para escolha da data da convenção estadual. Ouviu do presidente, o ex-deputado federal Mauro Mariani, o pedido para que o partido lidere um movimento para tirar a sigla  das mãos dos emedebistas envolvidos em escândalos nacionais de corrupção, criando assim uma chapa para disputar a presidência nacional do MDB. Um dos nomes apontados é o da senadora Simone Tebet (MS), que será indicada pelos catarinenses, gaúchos, paranaenses, pernambucanos e sul matogrossenses.

Disputa nos tribunais

Os advogados do deputado João Rodrigues (PSD) não tiveram uma boa noticia, sobre a possibilidade dele assumir a vaga na Câmara Federal. É que o ministro Gilmar Mendes, do STF, o mesmo que concedeu habeas corpus, restabelecendo os direitos políticos de João Rodrigues, negou um pedido da defesa dele para que a Justiça Eleitoral fosse obrigada a lhe conceder o diploma. Mendes entende que a competência para decidir quem deve ou não ser diplomado e assumir mandatos é a própria Justiça Eleitoral. Com isto, a disputa anda permanece nos tribunais até uma decisão final.

Nome de consenso

O ninho tucano catarinense vem passando por turbulências internas para escolha do seu novo presidente estadual. Dia 4 de maio acontece a convenção estadual. O evento acontecerá na Assembleia Legislativa. Nos bastidores, bombeiros tucanos buscam apaziguar os ânimos para evitar que mais tucanos abandonem o PSDB, migrando para outras siglas como já vem acontecendo. O nome do ex-deputado federal de Joinville, Marco Tebaldi, deve ser consenso.

Simples de Crédito

O presidente Jair Bolsonaro(PSL) deve sancionar, nesta  quarta-feira (24), o projeto que cria as Empresas Simples de Crédito, que concederão  empréstimos com taxas de juros menor às micro e pequenas empresas. O projeto é do senador catarinense Jorginho Mello (PR), que atua no segmento, e baseou sua proposta legislativa em percepções, como a levantada em pesquisa realizada pelo Sebrae, em 2018, onde para 51% dos micro e pequenos empreendedores, seria a principal medida para facilitar a tomada de empréstimos, enquanto que, para 17%, a diminuição da burocracia seria outra maneira de aproximar o setor dos bancos.

Bandeira de Jorginho

Sem dúvidas é um projeto de grande relevância, criado pelo senador Jorginho Mello, quando ainda era deputado federal. Este projeto vai beneficiar milhares de micro e pequenas empresas em todo o país, gerando mais emprego e renda. Com certeza será um das bandeiras de Mello para as próximas eleições ao governo do estado em 2022.

Governadores reclamam

Governadores reclamaram nesta terça-feira (23) do governo federal por não ter enviado ainda o Plano de Reequilíbrio Financeiro, chamado de “Plano Mansueto”, ao Congresso Nacional. O pacote pretende oferecer aval do Tesouro Nacional a empréstimos dos Estados em troca de ajustes nas contas. Também houve reclamações sobre o não andamento de outras pautas que interessam aos Estados, além da reforma da Previdência.

Pacote de demandas

Nos próximos dias 8 e 9, os governadores vão apresentar um pacote de demandas para o Congresso e para o Supremo Tribunal Federal (STF). Além disso, tentam uma audiência com o presidente Jair Bolsonaro e o ministro da Economia, Paulo Guedes. “Tudo que o ministro Paulo Guedes tem falado, além da reforma da Previdência, ainda por escrito não foi apresentado. Então, nós precisamos agora partir para a ação, parar de falar e agir”, afirmaram.

Para Inglês ver…

A Petrobras tenta fazer acreditar em “preço justo” do diesel, divulgando que o valor na bomba está 13% abaixo da média mundial. Mas isso é conversa fiada. A comparação deve ser feita com países com produção semelhante. Enquanto no Brasil um litro do diesel custa US$ 0,91, nos Emirados Árabes o diesel é 25% mais barato (US$ 0,68 o litro), e no Kuwait, que produz menos que o Brasil, custa US$0,38 ou 58% menos. Na América do Sul, Venezuela, Equador, Bolívia, Colômbia, Paraguai e Chile cobram menos pelo diesel e todos produzem menos que o Brasil.

Aprovação

Segundo o Paraná Pesquisa, a maior aprovação de Jair Bolsonaro no Rio de Janeiro é entre jovens de 16 a 24 anos: 56,6%. Já o governador Wilson Witzel faz sucesso entre os homens: quase 63% o aprovam.

Mais antigo ministro

O ministro mais antigo do Supremo Tribunal Federal (STF), Celso de Mello, irá completar trinta anos no cargo em 17 de agosto. Em 1º de novembro de 2020 atingirá a idade-limite de 75 anos e se aposentará. É desejo do ministro voltar a residir em sua cidade natal, Tatuí (SP).

Cartão Sipag

Parceiros

Tatu parceiros
Wilson Martins
Piccoli Parceiros
Tiecher Banner

Publicidade

Inviolavel
Fit Fish
Momento FM