quarta, 23 de outubro de 2019 - 05:19:26 PM
quarta, 23 de outubro de 2019 - 05:19:26 PM
Lucio Jaques
Andrioli Projetos
PUBLICADA EM 26 de setembro de 2019 - 6:09 PM

Menegolla não vai entregar o bastão em Xanxerê

Reana Seguros

Conversei com o prefeito de Xanxerê, Avelino Menegolla (PSD) sobre ele ir à reeleição e homem não escondeu o seu desejo, nem seu entusiasmo. Aqueles que acham que Menegolla está fora do páreo eleitoral ou vai entregar o bastão, simplesmente, sem lutar, está redondamente enganado. Na última eleição Menegolla ganhou praticamente sozinho, com mais de dez partidos contra ele. Menegolla está no seu terceiro mandato e pode ir para o quarto. Mas tudo vai depender do eleitorado xanxerense. Agora, que não será uma missão fácil, isto ele sabe.

Eleição municipal de Xanxerê

A eleição municipal do ano que vem começa a mostrar alguns cenários e pré-candidatos a prefeito. As últimas novidades foram as confirmações das candidaturas do ex-vice-prefeito Leandro Vigo (PL) e do vereador Wilson Martins dos Santos (PSDB) – pela cúpula tucana no encontro regional em Pinhalzinho, no último fim de semana. Mas existem outros nomes que já se manifestaram com os vereadores Arnaldo Lovatel (PP), João Paulo Menegatti (PTB), Nathan Moreira (DEM), Adrianinho (PT) e Vilson Picolli (MDB). Todos nomes que têm uma densidade eleitoral. Vale lembrar que quase todos os últimos prefeitos eleitos foram vereadores, menos o atual, Avelino Menegolla (PSD).

Aurora Xaxim

Recebia nesta quinta-feira (26) a visita do presidente do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias e Cooperativas de Carnes e Derivados de Xaxim, Pedro Kalinoski, juntamente com o diretor Francisco Gomes. Kalinoski está acompanhando de perto as negociações da Aurora Xaxim, visando garantir que os direitos e empregos dos funcionários sejam mantidos, dentro de uma negociação que beneficie ambas as partes. A Aurora já foi notificada e tem menos de dez meses para manifestar se aceita a proposta apresentada ou realmente abre mão de continuar seu trabalho de abate na unidade. Nos bastidores sei que já existem outros interessados, mas Kalinoski prefere não se manifestar sobre isto.

Crescimento do estado

O deputado Marcos Vieira (PSDB) apresentou números que mostram a grandeza do Estado e listou os desafios a serem enfrentados pelos catarinenses em busca do crescimento, durante sua palestra no Congresso de Prefeitos promovido pela Federação Catarinense dos Municípios (Fecam). Na palestra, intitulada “Santa Catarina, um gigante”, Vieira fez um apanhado geral sobre as características demográficas dos municípios catarinenses. Santa Catarina tem 265 municípios (90%) com menos de 50 mil habitantes. No Estado, 61% da população (4,3 milhões) vive nos 30 maiores municípios. “Dos 295 municípios, 36% (106) têm menos de 5 mil habitantes”, revelou.

Defesa civil

O governador Carlos Moises (PL) participou do lançamento do Programa SC Resiliente, da Defesa Civil, com assinatura de Termo de Cooperação entre BRDE, Defesa Civil e Banco Mundial para financiamento de obras nos municípios visando montar estrutura para enfrentar enchentes, estiagens e outras intempéries. O estado de Santa Catarina vai contar com US$ 33,3 milhões. Com isso, os municípios vão poder acessar recursos liberados mediante análise técnica da Defesa Civil e dar maior agilidade às ações emergenciais em caso de catástrofes ou prevenção.

Pesquisa do governo

Uma pesquisa divulgada nesta quarta-feira (25) pelo instituto de pesquisa Ibope mostra os seguintes percentuais de avaliação sobre o governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL): Ótimo/bom: 31%;Regular: 32%;Ruim/péssimo: 34%;.Não sabe/não respondeu: 3%. Praticamente um empate técnico. Já quem confia foi de 42% e não confia 55%. Um sinal que Bolsonaro em apenas nove meses perdeu um apoio considerável daqueles que achavam seu governo ótimo e confiavam. A pesquisa foi encomendada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). De acordo com a entidade, o levantamento foi feito entre os dias 19 e 22 de setembro e ouviu 2 mil pessoas em 126 municípios. O nível de confiança da pesquisa é de 95%.

Carteira digital

A Carteira de Trabalho Digital, apresentada pelo governo federal deve simplificar as contratações, que passam a ser feitas em sistema só com o CPF do empregado, e dar mais fidelidade aos dados sobre emprego.

Arrecadação

A notícia do aumento da arrecadação em agosto em relação ao mesmo mês de 2018 animou a equipe econômica. A análise é que o aumento de 5,67%, já descontada a inflação, confirma a recuperação econômica.

Eleitorado

O presidente Jair Bolsonaro admitiu ter feito o discurso na Assembleia-Geral da Organização das Nações Unidas (ONU) no tom e com as palavras escolhidas para “olhar para a cara” do eleitorado. A intenção na ONU era fazer um “discurso patriótico, diferente dos presidentes” que o antecederam. “Não fui lá para ser aplaudido. Mostramos os problemas do Brasil e tinha gente demonstrando que a ONU foi criada no passado contra o vício do colonialismo”, disse. Em síntese, Bolsonaro reconhece que discurso na ONU foi feito para atender o eleitorado. E como fica o país nisto tudo?

Cartão Sipag

Parceiros

Tatu parceiros
Piccoli Parceiros
Tiecher Banner
Wilson Martins

Publicidade

Inviolavel
Momento FM