sexta, 17 de setembro de 2021 - 04:26:25 AM
Lucio Jaques
Topo setembro
App Sicoob
PUBLICADA EM 25 de agosto de 2021 - 4:21 PM

Moisés deve ir para o Republicanos

 

Já começa a circular que o governador Carlos Moisés (sem partido) não pensa em assinar ficha em um partido grande, como MDB, PP ou qualquer outra grande sigla. Moisés quer mesmo assinar ficha em um partido pequeno, onde possa ter o comando em suas mãos. Uma fonte fidedigna me garantiu que Moisés deve ir mesmo para o Republicanos. Já está claro que Moisés vai à reeleição e aprendeu a fazer política, além de estar muito bem orientado. Há políticos que subestimam Moisés, achando que ele ainda é o novato que assumiu o governo há dois anos. Esquecem que as surras e esfoladas que levou no governo ensinaram muito. A conferir.

PL ganha musculatura política

O presidente estadual do PL, senador Jorginho Mello, está em uma campanha silenciosa pelo estado filiando lideranças importantes. Mello tem trabalhado, incansavelmente, para levar para as fileiras do partido nomes de peso, que possam dar ainda mais musculatura política ao partido e ao seu projeto maior, disputar o governo do estado. Ao mesmo tempo, ter nomes disponíveis para concorrer para a Assembleia e Câmara Federal. A mais nova liderança que foi para o PL é Claudir Duarte, o Dire, prefeito do município de Ouro, no Meio Oeste. Duarte é o 38º prefeito nas fileiras do partido.

Palestras

Mesmo tendo de enfrentar uma disputa acirrada dentro do MDB, para consagrar seu nome como pré-candidato ao governo, o empresário e prefeito licenciado de Jaraguá do Sul, Antídio Lunelli, não se deixa abater e segue em frente realizando um extenso roteiro pelas associações empresariais do estado. Lunelli busca levar o projeto político, mais do que isso, se fazer conhecer como pré-candidato ao governo. Lunelli fez uma palestra para mais de 100 empresários do Médio Vale do Itajaí em Timbó e vem ganhando respeito e admiração.

Tem potencial

Uma coisa é certa, os líderes emedebistas sabem do potencial de Antídio Lunelli e a força de convencimento que ele tem. Uma pessoa simples que veio da roça e venceu na vida, tornando-se um case de sucesso. No seu discurso traz uma mensagem firme da necessidade urgente de mudanças na gestão pública, como poucos políticos. Sem medo de enfrentar o governo federal e os vícios da vida pública.
Apoio dos deputados

A bancada emedebista na Alesc pode até ter vencido Lunelli na reunião que definiu a data para realização das prévias do partido, em 15 de fevereiro do ano que vem. Mas Lunelli chamou a atenção dos deputados ao demonstrar que não gostou da decisão. Conversas de que pode sair do MDB acenderam o sinal de alerta nos pés vermelhos. O líder do MDB, deputado Valdir Cobalchini, ligou para Lunelli convidando-o a participar do próximo encontro com os deputados estaduais, no almoço semanal que acontece toda terça-feira. O objetivo é manter sintonia com Lunelli.

Empurra-empurra

Resta saber até quando Antídio Lunelli vai aceitar este jogo de empurra-empurra, por parte dos deputados e algumas lideranças do MDB, que preferem ficar dando apoio ao governo Moisés. Lunelli e seus aliados estão analisando cada movimento da bancada e do partido, para não serem pegos de surpresa e no final ter de ir como vice de Moisés, lá na frente, como alguns chegam a ventilar.

Verba para Xanxerê

Os vereadores Evandro Saibo e Alcedir Rama estiveram visitando o gabinete do deputado estadual na Alesc, Valdir Cobalchini (MDB), na última segunda-feira (23). A visita teve como objetivo solicitar recursos para o município Xanxerê. Os vereadores tiveram um sinal positivo e garantiram R$ 500 mil para pavimentação.

Absolvido…

O desembargador federal, Rogério Favreto, manteve a absolvição do prefeito de Chapecó, João Rodrigues (PSD), e da secretária de Educação, Astrit Tozzo, no caso da terceirização da merenda escolar. Favreto negou o recurso do Ministério Público Federal. A decisão foi unânime da 3ª turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região que fica em Porto Alegre.

Os indecisos

Enquanto o PL de Jorginho Mello e o MDB de Maldaner se posicionam, apresentando nomes e pré-candidaturas ao governo, outros partidos históricos no estado, ainda caminham para definição e espera. Um exemplo é PP que mantém silêncio, o PSD discute ainda, internamente, qual nome deve apresentar. Já os tucanos só gritam de galho em galho, na sombra de um possível candidato que não se assume, o ex-deputado Gelson Merisio. Ao que parece estar no governo está bom o suficiente.

Hackers na saúde

O secretário da Saúde, André Motta Ribeiro, abriu sindicância investigativa para apurar a invasão de um grupo de hackers, com intenção de captura de informações restritas da pasta. A Polícia Civil também foi acionada para investigar o caso. A Secretaria de Saúde também determinou a abertura de sindicância investigativa para apuração do caso.

Receba atualização das notícias pelo WhatsApp. Clique aqui!

Parceiros

Incentivo comercio

Publicidade

Center Hotel
Momento FM
Inviolavel