domingo, 14 de agosto de 2022 - 12:20:05 PM
domingo, 14 de agosto de 2022 - 12:20:05 PM
Lucio Jaques
PUBLICADA EM 03 de dezembro de 2021 - 2:02 PM

Os desafios da Frente democrática nas eleições de 2022

O bloco de esquerda catarinense, chamado de Frente Democrática, tem pela frente grandes desafios para chegar ao governo do estado. O bloco realizou o quarto encontro do grupo em Florianópolis. Entre as próximas ações, os dirigentes definiram um evento que será realizado em Criciúma, no próximo dia 15 de dezembro, e, será coordenado pelo presidente do PCdoB, Douglas Matos. O bloco de esquerda busca fortalecer seu projeto político no estado, visando às eleições em 2022 para o governo do estado. Uma missão quase impossível. Poderá eleger um número expressivo de deputados. A Frente Democrática terá que enfrentar adversários de peso e com muita musculatura política, a exemplo do governador Carlos Moisés (sem partido), que está com a máquina e muito dinheiro em caixa para gastar. Já o senador Jorginho Mello (PL) vem embalado pela chegada do presidente Jair Bolsonaro que acabou de assinar ficha no seu partido o PL. A conferir.

Bortoluzzi recebe honraria

O ex-prefeito de Xanxerê, empresário Bruno Bortoluzzi, recebeu na última segunda-feira (29), a comenda do Mérito Legislativo, a maior honraria da Assembleia Legislativa, concedida anualmente para pessoas ou entidades que se destacam em Santa Catarina. A indicação foi do deputado Marcos Vieira (PSDB). Bortoluzzi se destaca, mais uma vez, e coloca seu nome em evidência no estado. Cogitado para disputar uma vaga na Câmara federal nas próximas eleições, Bruno ainda não se manifestou.

Senador Jorginho é amigo dos Bolsonaro

O senador e presidente estadual do PL, o senador Jorginho Mello, juntamente com o deputado estadual Ivan Naatz, participaram em Brasília da filiação do presidente Jair Bolsonaro no PL. Após o evento, Mello, Naatz e a deputada criciumense Júlia Zanatta foram ao restaurante Madero, de Brasília, onde almoçaram e falaram do cenário político para o próximo ano com o deputado federal Eduardo Bolsonaro. Isto demonstra que Mello está cada vez mais próximo da família Bolsonaro.

Alianças sólidas

O senador e pré-candidato a governador Jorginho Mello (PL), sem dúvidas, ganhou visibilidade e musculatura política com a entrada do presidente Bolsonaro no partido. Mas chegou o momento de buscar construir alianças com outros partidos para solidificar o seu projeto político, visando às eleições do ano que vem. O nome do vice será de suma importância para isto. Hoje, as conversas convergem para um nome do PP.

Ocupar o seu espaço no ninho

Indiscutivelmente, a vitória do governador de São Paulo, João Dória, nas prévias do PSDB, quando foi escolhido como pré-candidato à presidência nas próximas eleições, enfraqueceu o projeto do ex-deputado Gelson Merisio de disputar o governo do estado, até mesmo ao senado. Conversei com uma liderança tucana de alta plumagem, que foi taxativa em afirmar: “Merisio veio para o PSDB, mas vai ter que ocupar seu espaço como qualquer tucano. Merisio sempre deixou claro e fez campanha para o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite”, disse.

Candidatura de Lummertz ao governo

Quem ganhou musculatura política com a vitória de Dória, como pré-candidato do PSDB à presidência da República, foi o secretário de Turismo de São Paulo e ex-ministro do Turismo, Vinicius Lummertz, que anunciou já na segunda-feira (29), que vai oficializar sua pré-candidatura ao governo de Santa Catarina nos próximos dias. Conforme Lummertz, a presidente estadual do PSDB, a deputada federal Geovânia de Sá, vai convocar o PSDB para uma reunião com objetivo de definir os rumos com relação às eleições no Estado, após a vitória de João Doria.

Lideranças nacionais do PSD em SC

Na próxima segunda-feira (6), duas lideranças nacionais do PSD estarão em Santa Catarina.  O presidente nacional Gilberto Kassab e o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, participarão de encontro estadual na Arena Petry, em São José. O PSD catarinense conta hoje com três nomes para o governo: o ex-governador Raimundo Colombo, o ex-prefeito Napoleão Bernardes e o prefeito de Chapecó João Rodrigues. Já para presidente o nome é Rodrigo Pacheco.

 

Receba atualização das notícias pelo WhatsApp. Clique aqui!

Parceiros

Momento FM

Publicidade

Inviolavel
Inviolavel