sábado, 15 de dezembro de 2018 - 12:44:37 AM
sábado, 15 de dezembro de 2018 - 12:44:37 AM
Lucio Jaques
Prestação de contas
Sicoob Câmbio
PUBLICADA EM 05 de dezembro de 2018 - 5:47 PM

Pinho Moreira diz que transição é “honesta e transparente”

Reana Seguros

O governador Eduardo Pinho Moreira (MDB) fez um balanço dos seus dez meses frente ao governo do estado e falou sobre a transição com o governador eleito Carlos Moisés da Silva (PSL). “É uma transição honesta e transparente. A projeção era de déficit de R$ 2 bilhões para 2018. Entrego o governo com déficit abaixo de R$ 700 milhões, portanto uma economia de mais de R$ 1 bilhão, com salários em dia. Essa foi uma conquista”, disse.

MDB no governo

Questionado se o MDB vai “mergulhar de cabeça” no novo governo, Moreira garantiu que “definitivamente não” e comentou que as manutenções de Paulo Eli na Secretaria da Fazenda e de Leandro Lima na Administração Prisional (novo nome da Justiça e Cidadania) não têm relação com o partido. “Ele (Moisés) não convidou por serem de partido A ou B. Fazer política não é pecado, mas eles são eminentemente técnicos”, garantiu.

Agronegócio

O presidente da Associação das Empresas Cerealistas do Estado de Santa Catarina, Bruno Bortoluzzi, está em Brasília cumprindo uma extensa agenda  do agronegócio. Nesta quarta-feira (5) teve um encontro com a futura ministra da agricultura Tereza Cristina. “Estamos em boas mãos. Muito sensata, objetiva e conhecedora do setor agro”, disse.

Crise no MDB

Na última terça-feira (4) aconteceu o tradicional almoço da bancada do MDB na Assembleia Legislativa, mas chamou a atenção a falta dos deputados Valdir Cobalchini e Moacir Sopelsa, ambos descontentes com a indicação de Mauro De Nadal para concorrer à presidência da casa. Um sinal claro que o partido passa por uma crise interna. Tanto Cobalchini como Sopelsa defendem que houve falta de lealdade por parte dos companheiros de partido. Fora do governo e dividida a bancada do MDB, não é um bom começo para o partido. Vale lembrar que as eleições municipais estão perto.

Venda de aviões

O governador eleito Carlos Moisés (PSL) já decidiu que não utilizará mais os dois aviões oficiais mantidos para atender deslocamentos do Chefe do Executivo Estadual. Moisés anunciou que vai colocar à venda já no início de 2019 o Cessna Citation II e o Embraer Carajá, avaliados em mais de R$ 2 milhões, que ficam no hangar do Aeroporto Internacional Hercílio Luz, em Florianópolis. Considerando a representatividade dos gastos, que nos últimos quatro anos foram de cerca de R$ 14 milhões, esta será mais uma ação do governador visando enxugar a máquina pública.

PSL se fortalece

O presidente do PSL, Luciano Bivar, consultou o TSE sobre o momento adequado para seu partido receber novas filiações de deputados: na diplomação ou depois da posse? O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) ainda não respondeu. O PSL espera saltar de 52 para 64 deputados, tornando-se o maior da Câmara Federal.

Combate à corrupção

O Dia Internacional contra a Corrupção é celebrado dia 9 de dezembro porque foi o dia da assinatura pelo Brasil e de outros 101 países, em 2003, da Convenção das Nações Unidas contra a Corrupção. Por mais que o Brasil tenha motivos para comemorar esta data, ainda muito corrupto precisa ser levado à justiça.

Propinas

A 57ª fase da Operação Lava Jato, batizada de Sem Limites, deflagrada nesta quarta-feira (5) pela Polícia Federal, investiga o pagamento de pelo menos US$ 31 milhões em propinas para operadores e então funcionários da Petrobras, entre os anos de 2009 a 2014. De acordo com o Ministério Público Federal (MPF), essas propinas foram desembolsadas por “grandes empresas do mercado de petróleo e derivados – conhecidas como tradings”.

Cartão Sipag

Parceiros

Piccoli Parceiros
Tatu parceiros
Tiecher Banner

Publicidade

Fit Fish
Inviolavel
Callfass Transportes
Momento FM