quinta, 16 de julho de 2020 - 02:16:55 PM
quinta, 16 de julho de 2020 - 02:16:55 PM
Lucio Jaques
Reana Seguros
PUBLICADA EM 03 de junho de 2020 - 7:31 PM

Projeto de IPTU Verde em Xanxerê

App Sicoob

 

O vereador Vilson Piccoli (PL) deu entrada na Câmara de Xanxerê a um projeto interessante. Trata-se do IPTU Verde, que tem como objetivo fomentar medidas que preservem, melhorem, protejam e recuperem o meio ambiente, como um todo, e uma saudável qualidade de vida. Haverá a concessão de benefício tributário ao contribuinte que adotar medidas como: sistema de captação de água da chuva, aquecimento hidráulico solar, eólico, construções com materiais sustentáveis, sistema de reuso da água, tratamento do lixo, entre outros. Realmente uma bela iniciativa, que tem como objetivo uma melhor qualidade de vida no futuro, bem como no presente.

Verba para Xanxerê

O vereador Wilson Martins (PSL) comemora a confirmação pelo gabinete do deputado estadual Marcos Vieira (PSDB) do depósito de R$ 200 mil na conta da Prefeitura de Xanxerê, referente a uma Emenda Parlamentar prometida ainda em 2018. De acordo com o vereador, a emenda foi garantida depois de pedido realizado, ainda em 2018, junto ao deputado, quando Martins ainda fazia parte do ninho tucano. “Foi uma promessa do deputado, depois de um pedido nosso e que se confirmou com o depósito, na última sexta-feira, do montante na conta da Administração Municipal de Xanxerê. Temos que agradecer a atenção do deputado que sempre foi muito prestativo com os nossos pedidos”, disse o vereador.

Bicadas no ninho tucano

A nota que coloquei em minha coluna que o PSDB está em busca de candidato a prefeito em Xanxerê, gerou comentários e questionamentos. Recebi algumas ligações questionando se sabia o porquê do PSDB, um partido que teve prefeito e é tido como um dos partidos grandes do município, está nesta situação. Com a palavra o presidente do partido.

Governo não deu certo

Para o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Júlio Garcia (PSD), o governo Moisés “não deu certo”. Garcia afirma ainda: “Não houve resultados significativos do governo no primeiro ano. Todas as medidas se mostraram insuficientes. A equipe se mostrou sem experiência para governar Santa Catarina. As mudanças têm que acontecer e acho que o governador vai fazer”,  afirmou. Nas entrelinhas, não haverá pedido de impeachment?

Pedido de impeachment

Questionado sobre os pedidos de impeachment que tramitam na Alesc, o presidente Júlio Garcia (PSD) disse que a abertura ou não dos processos será feita com base apenas no parecer jurídico, mas avaliou que pessoalmente não acredita que seja o momento de cogitar o afastamento do governador. “Vou acatar o que a procuradoria da Assembleia apresentar em seu parecer. Mas, minha posição pessoal, quero dizer aqui, acho que quando o constituinte de 1988 esculpiu na Constituição o instrumento do impeachment não foi para ser usado a qualquer instante, a qualquer momento”, afirmou.

CPI dos respiradores

Começou nesta terça-feira (2), na CPI dos respiradores da Assembleia Legislativa, os depoimentos dos envolvidos na suspeita compra dos 200 respiradores da empresa Veigamed, que gerou um custo de R $33 milhões, pagos antecipadamente.  No depoimento da servidora Márcia Geremias Pauli, ela voltou a afirmar que a compra partiu do então secretário da Casa Civil de SC, Douglas Borba, e que o negócio com a empresa ao valor de R$ 33 milhões foi fechado pelo então secretário da Saúde de SC, Helton Zeferino. Secretários fortes do governo Moisés, inegavelmente, isto compromete o governador e coloca seu governo em uma situação muito delicada, mesmo que o governador não tenha envolvimento algum. Se criou um fato político muito forte.

Deputado envolvido

Um fato novo no depoimento da servidora Márcia Geremias Pauli, ex-superintendente de gestão administrativa da Secretaria de Estado da Saúde, foi que um deputado teria pressionado pela obtenção de um passaporte especial para um empresário que iria viajar à China para obter informações sobre a importação de respiradores, mas disse não se lembrar do nome do parlamentar que teria cobrado agilidade nesse assunto. Ela disse que o registro está no telefone dela, que foi apreendido pela investigação da Polícia Civil e do Ministério Público de Santa Catarina (MP-SC).  A Conferir.

Queda na produção industrial

Conforme o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), produção industrial caiu 18,8% em abril ante março. É a queda mais intensa da indústria da série histórica, iniciada em 2002. O resultado reflete os efeitos do isolamento social, iniciado em meados de março, para controlar a propagação do novo coronavírus. O caso da indústria automotiva é o mais emblemático. Segundo o IBGE, o segmento de veículos automotores, reboques e carrocerias recuou 88,5%, pressionado pelas interrupções da produção dos automóveis, caminhões e autopeças.

Bolsonaro refém do Centrão

Desde o início do seu governo, o presidente Jair Bolsonaro foi renitente em sentar para negociar com o Congresso. Começou o ano enfrentando o Congresso e o STF. Percebeu que isto foi um tiro no pé. Isolado e sem apoio no congresso para aprovar os projetos do governo, não teve outra opção, senão sentar com o “Centrão”, grupo de partidos nanicos que tem o maior numero de deputados envolvidos com casos de corrupção, no mensalão e Lava-Jato. Bolsonaro teve que aceitar todas as reivindicações do Centrão, que agora ocupa cargos no segundo e terceiro escalão do governo. Além de um polpudo orçamento de R$ 30 milhões este ano. Em síntese, para Bolsonaro “se correr o bicho pega (Rodrigo Maia), se ficar o bicho come”.

Exemplo a ser seguido

O partido Novo avisou o TSE que não vai usar seus R$ 36 milhões do indecoroso fundo eleitoral, como em 2018. Os R$ 2 bilhões do fundão comprariam 26 milhões de testes de covid ou 20 mil respiradores. Sem dúvidas um exemplo a ser seguido.

Parceiros

Fit Fish

Publicidade

Inviolavel
Momento FM