quinta, 23 de maio de 2019 - 10:59:29 PM
Lucio Jaques
Andrioli Projetos
PUBLICADA EM 09 de maio de 2019 - 6:55 PM

PSD e PT não descolam mais em Xanxerê

Reana Seguros

Nas conversas entre petistas está claro que o partido não tem mais como descolar da administração municipal de Xanxerê, nem do PSD. Um petista de carteirinha afirmou: “Se fosse para se afastar da administração, isto deveria ter acontecido quando o PSD apoiou a candidatura de Bolsonaro para presidente e o PT Haddad.” Será que os petistas pensam em um projeto junto com pessedistas para as próximas eleições municipais? Tudo leva crer que sim. Na foto, o prefeito Avelino Menegolla (PSD) e o vereador Adrianinho (PT).

Não tem para ninguém…

Fui questionado por várias lideranças, se realmente o ex-prefeito Bruno Bortoluzzi (PSDB) vai concorrer com Adenilso Biasus (MDB) de vice para prefeito. Como já falei, nos bastidores a conversa existe, sim. Agora, a decisão será dos dois, nada vai ser definido agora, mais provável no final do ano. Mas uma coisa é certa, em política não existe ponto final. A liderança largou esta: “Aí não tem para ninguém”. Será???

Chega rápido…

Na última sessão da Câmara de Vereadores de Xanxerê, o vereador Lenoir Teicher (PT) deu uma alfinetada sobre as mudanças no trânsito que demoram para acontecer, mesmo depois de muitas solicitações e conversações. “As mudanças no trânsito demoram, mas as multas vem rápido”, afirmou o vereador.

Cadê o líder?

O comentário é grande nos bastidores da Câmara de Vereadores de Xanxerê sobre o silêncio dos vereadores da situação. “Ate parece quem nem tem mais líder de governo”, alfinetou uma liderança. Uma coisa é certa, o clima na casa é de total tranquilidade. Enquanto isto, a oposição deita e rola, e cobra muito da administração.

Repensar candidatura

Teve liderança que colocou seu nome à disposição do partido para concorrer a prefeito nas próximas eleições e ficou assustado de tanto pau que levou. Esta liderança confidenciou para os amigos mais próximos que acha que vai repensar sua decisão. Sábia decisão, o eleitor mudou seu modo ver e pensar a política. Não existe mais candidato saindo cartola. Tem que conquistar seu espaço político e eleitoral.

Repúdio a qualquer ilegalidade

Na operação deflagrada pelo Grupo Especial de Combate às Organizações Criminosas (GAECO) esta semana no município de São Miguel do Oeste, que resultou na prisão de cinco pessoas, sob a acusação de corrupção, o filho do deputado Mauricio Eskudlark, Rodrigo Eskudlark foi afastado do comando regional do IMA em São Miguel do Oeste. Em nota a assessoria do deputado Maurício Eskudlark explica que: “O atual gerente regional do IMA, de São Miguel do Oeste,  Rodrigo Eskudlark, ainda não completou três meses no cargo. Conforme a própria Promotora de Justiça, Marcela de Jesus Boldori Fernandes, afirmou em coletiva de imprensa nesta quarta-feira, a investigação durou mais de 10 meses. O afastamento se deu porque ele é o gerente regional – responsável pela equipe. Rodrigo está à disposição para prestar todos os esclarecimentos necessários. O deputado estadual Maurício Eskudlark reitera que, ele e Rodrigo, tinham conhecimento das denúncias contra funcionários. E que Rodrigo sempre esteve à disposição para prestar todas as informações  necessárias. Ambos querem este caso esclarecido o mais rápido possível. Maurício Eskudlark repudia e combate qualquer prática ilegal e criminosa.”

Garantia da democracia

Não existe democracia sem tolerância e a convivência respeitosa entre os diferentes. A existência do Parlamento, por si só, é garantia de democracia. Um Legislativo plural, em que estão representadas as principais forças políticas e ideológicas da sociedade ganha ainda mais importância, tornando-se o principal palco dos debates que interessam aos seus representados. Sem o Poder Legislativo não teríamos democracia, nem liberdade, nem tolerância. Presidente da assembleia Legislativa, Júlio Garcia

Anote aí

Tem muitos pré-candidatos que acreditam que nas eleições do ano que vem vai ser como aconteceu na eleição para presidente com Jair Bolsonaro, que era o azarão da corrida eleitoral e depois cresceu, ganhando a eleição só com campanha nas redes sociais. Isto não acontece mais, a eleição em Xanxerê é outra e localizada, com grupos muito bem formados que dão as cartas na hora da tomada de decisão.  Mas tem gente que não acredita nisto. Só resta esperar para ver o resultado nas urnas. Anote aí.

Temer na cadeia

Mais um presidente que vai para a cadeia, desta vez foi o ex-presidente Michel Temer (MDB), de 78 anos, se entregou à Polícia Federal (PF) na tarde desta quinta-feira (9) para cumprir prisão, após revogação do habeas corpus que o mantinha livre.Temer afirmou que iria se apresentar “voluntariamente”, ao contrário do que ocorreu em 21 de março, quando foi abordado na rua e preso por policiais federais em um desdobramento da operação Lava Jato no Rio.

Impunidade

Realmente fica difícil levar este país a sério. A comissão mista que analisa a reforma administrativa do presidente Jair Bolsonaro (PSL) retirou o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) da pasta da Justiça para retornar ao Ministério da Economia, comandado por Paulo Guedes. É uma derrota para o ministro Sergio Moro, que passou os últimos dias em reuniões com parlamentares para manter o controle do Coaf. Moro sempre defende que ter o controle do Coaf no ministério da Justiça ajudaria a ter um controle a mais no combate contra a corrupção. Mas fazer o quê, se muitos deputados são  investigados. É obvio que irão fazer de tudo para que Moro não fique com o Coaf, para se protegerem da justiça.

Calados

O presidente Jair Bolsonaro ordenou nesta terça (7) que os militares atuando em seu governo parem de alimentar polêmicas, ignorando as provocações nas redes sociais, mas esqueceu de chamar às falas os próprios filhos. Militares têm a hierarquia e a disciplina como cláusulas pétreas, como se diz na caserna, e a tendência é obedecer. Generais muito próximos ao presidente disseram a ele que seus filhos precisam ser “parte da solução” e não do problema. Resta saber se os “garotos” irão se calar também.

Cartão Sipag

Parceiros

Wilson Martins
Tiecher Banner
Piccoli Parceiros
Tatu parceiros

Publicidade

Inviolavel
Fit Fish
Momento FM