terça, 16 de julho de 2019 - 01:24:02 AM
terça, 16 de julho de 2019 - 01:24:02 AM
Lucio Jaques
Andrioli Projetos
Alesc julho
PUBLICADA EM 14 de março de 2019 - 1:15 PM

Temos de mostrar a gravidade do sistema previdenciário, diz Bolsonaro

Reana Seguros

O presidente Jair Bolsonaro preparou o discurso para convencer os parlamentares sobre a necessidade de aprovar a reforma da Previdência: “Se o pessoal rejeitar, o dólar sobe, a bolsa cai. Temos de mostrar a gravidade da situação”, disse ele durante café da manhã com jornalistas de 11 veículos de comunicação. “Veja o caso da Argentina, que voltou a ter problemas logo depois da aprovação da reforma. Caso nada seja feito, em dois ou três anos, o Brasil pode se aproximar do que aconteceu na Grécia.” O político, entretanto, se mostra otimista com os prazos de tramitação. “Devemos aprovar até o fim do primeiro semestre. Afinal, no Senado deverá ser mais tranquilo.”

Previdência

Temos um ponto, que é não aceitar as indicações políticas. Não aceitamos. A minha experiência de 28 anos de Parlamento mostra que (a barganha) não funciona. A nossa ideia pode dar errado, está fadada ao fracasso? Não sei. A minha certeza é de que o que era feito antes estava errado. Como fazer agora? É uma questão de convencimento, um trabalho com os parlamentares para mostrar a gravidade da situação. Estamos no mesmo barco e temos o compromisso de tirar o Brasil da crise. Quanto mais o projeto for desidratado, mais teremos dificuldades. Veja o caso da Argentina, que voltou a ter problemas logo depois da aprovação da reforma. Caso nada seja feito, em dois a três anos, o Brasil pode se aproximar do que aconteceu na Grécia. (Executivo e Legislativo) Têm de jogar junto no ano. Teremos um grande teste em um mês, quando a admissibilidade da reforma será avaliada na CCJ.

Cartão Sipag

Parceiros

Piccoli Parceiros
Wilson Martins
Tiecher Banner
Tatu parceiros

Publicidade

Inviolavel
Fit Fish
Momento FM