quarta, 26 de junho de 2019 - 01:30:32 PM
quarta, 26 de junho de 2019 - 01:30:32 PM
Lucio Jaques
Andrioli Projetos
PUBLICADA EM 12 de março de 2019 - 6:52 PM

Xaxim está um canteiro de obras

Reana Seguros

O prefeito de Xaxim, Lírio Dagort (PSD) está dando um verdadeiro curso de como bem administrar os recursos públicos. Dagort pegou a administração com sérios problemas financeiros em caixa e com problemas em várias secretarias. Já no primeiro ano de mandato, mostrou para que veio e apresentou índices de qualidade e recursos para investir no município. Assim prosseguiu no segundo ano. Neste terceiro ano revolucionou em todas as áreas, investindo pesado na área da saúde, infraestrutura, com aquisição de novos veículos e agora partiu para investir pesado nas obras e ruas com pavimentação, dando maior qualidade de vida aos xaxinenses. Xaxim hoje é novamente um canteiro de obras e referência na região. Vale lembrar que em seu primeiro mandato quando foi prefeito, Dagort deu um verdadeiro choque de gestão e volta a repetir.

Reforma administrativa

A administração de Xanxerê deu o primeiro passo e cumpriu a determinação do Ministério Público e apresentou um novo projeto, propondo uma reforma administrativa, quando diminuiu o número de cargos de comissionados, o que poderá gerar na nova estrutura administrativa uma economia de aproximadamente um milhão de reais, anualmente. Agora, a Câmara de Vereadores vai analisar o projeto, em regime de urgência.  Já na apresentação feita pelo executivo ao legislativo, muitos questionamentos foram levantados, mas os vereadores concordam que é preciso enxugar a máquina. Com certeza ainda vai gerar polêmica este assunto.

Discutir o setor produtivo

Em recente palestra na Associação Empresarial de Joinville, o deputado e presidente da Assembleia Legislativa, Júlio Garcia, disse que o governo precisa discutir com setor produtivo de Santa Catarina. Foi mais longe afirmando que a Alesc vai interferir porque Santa Catarina possui diversos setores produtivos, com capilaridades regionais. “Temos a capacidade de ouvir, discutir e tomar as decisões necessárias”, disse.

Futuro de Merisio é incerto

Até o momento, o futuro do ex-deputado Gelson Merisio (PSD) é incerto. As opções apresentadas até agora deixam claro que ele, na realidade, não quer sair do PSD. Isto pode acontecer caso realmente venha acontecer uma intervenção da executiva estadual, o que o presidente nacional Gilberto Kassab afirmou que não vai acontecer. Ao mesmo tempo, também deixou claro que o comando do PSD vai para o ex-governador Raimundo Colombo. A conversa de que Merisio poderia ir para o PRB é só especulação, já o PP até tem fundamento pela aproximação de Merisio com Amin, mas dificilmente terá o comando do partido, que hoje tem nome e sobrenome (Esperidião Amin). Por enquanto, nos resta esperar o próximo movimento de Merisio.

Líderes do MDB

O futuro presidente estadual do MDB, o deputado Valdir Cobalchini não perdeu tempo e busca apoio para revitalizar o partido. Cobalchini não está sozinho, conta com apoio dos prefeitos de Floianópolis, Gean Loureiro, e de Joinville,  Udo Döhler. O trio fechou questão que a revitalização na legenda é algo “necessário e urgente” e que é preciso “dar uma cara nova ao velho MDB”, principalmente desvinculando da cúpula nacional.

MBD acordou???

O MDB catarinense começa a dar sinal que acordou, depois da derrota nas últimas eleições. O MDB aposta na renovação do comando da sigla. As velhas lideranças que sempre ditaram os caminhos do partido abrem definitivamente espaço para que o MDB catarinense seja oxigenado com lideranças novas. O MDB mudou o nome, antes PMDB, mas ainda mantém impregnada em suas entranhas a velha forma conservadora de fazer política. Os tempos são outros e os líderes envelheceram se desgastando com o tempo junto ao eleitorado.

Novo MDB

O novo MDB precisa, urgentemente, se renovar e oxigenar o partido, mais do que isto, saber interagir com este novo eleitor que se comunica e escolhe seu candidato nas redes sociais. Afinal, as eleições municipais estão aí, ano que vem. O MDB perdeu espaço na última eleição, terá agora nas eleições municipais o seu maior desafio , que é eleger um grande número de prefeitos  para estar com musculatura e representatividade política para as eleições de 2022.

Deputados reclamam

Os deputados estão reclamando da demora do governo estadual para encaminhar os projetos de lei sobre os setores que devem receber incentivo fiscal. Como tudo terá que passar pela aprovação da Alesc até 31 de julho, atendendo norma do Confaz, o prazo será curto. A reforma administrativa deve ficar mesmo para o segundo semestre.

Crise no governo

Uma das principais crises que o governo de Carlos Moisés (PSL) deve enfrentar, em breve, é a crise nos hospitais filantrópicos que tem uma dívida enorme com o governo. O secretário estadual da Saúde, Helton Zeferino, não apresentou um cronograma de pagamento para quitar os repasses em atraso aos 182 hospitais filantrópicos e privados que atendem 70% dos pacientes do SUS em Santa Catarina. Tem hospital fazendo milagre para atender os pacientes e outros na eminência de fechar as portas. Para piorar, o secretário afirma que não tem dinheiro em caixa.

Coronel no comando

O coronel Didio Pereira de Campos será o novo chefe de gabinete do general Otavio do Rêgo Barros, porta-voz da presidente Jair Bolsonaro. A estruturação do Gabinete do Porta-Voz ainda não está pronta, por isso Didio foi nomeado para cargo do mesmo nível, ligado à Secretaria de Comunicação (Secom), diretor do Departamento de Publicidade.

Tradução errada

Na conversa gravada, a jornalista Constança Resende, do Estadão, não diz que fez matérias com o objetivo de “arruinar” Flávio Bolsonaro. Apenas se revela orgulhosa do trabalho que fez no caso Queiroz. O resto é Fake News.

Cartão Sipag

Parceiros

Wilson Martins
Piccoli Parceiros
Tiecher Banner
Tatu parceiros

Publicidade

Inviolavel
Fit Fish
Momento FM